icons.title signature.placeholder Daniela Caravaggi e Rafael Bullara
04/06/2014
07:31

Há quatro anos, Luis Fabiano estava em preparação para a disputa da Copa do Mundo da África do Sul. Titular na equipe comandada por Dunga, o jogador fez cinco gols em três partidas disputadas no Mundial daquele ano. Na última terça-feira, ele assistiu o penúltimo amistoso da Seleção antes da Copa do Mundo no Brasil pela televisão.

Mesmo em boa fase no São Paulo, o jogador não está entre os convocados de Luiz Felipe Scolari para a disputa de 2014 e viu até seu companheiro de clube Alan Kardec passar na sua frente ao ser chamado para a lista de suplentes.

Embora tenha sido convocado para o amistoso contra a Inglaterra, no ano passado, quando a Seleção Brasileira já estava sendo comandada por Felipão, Fabuloso perdeu a disputa para Fred e Jô. A não convocação, porém, veio em um momento contraditório.

No Tricolor, comenta-se que esta é a melhor fase de Fabuloso. Com uma boa sequência de jogos, Luis é o artilheiro do time de Muricy. Neste ano, o atacante balançou as redes 15 vezes: nove no Campeonato Paulista, quatro no Brasileirão e duas na Copa do Brasil.

Nem a ausência de seu nome na lista da Seleção fez com que sua auto-estima fosse afetada – pelo menos, isso não foi demonstrado em campo. Luis Fabiano foi decisivo em dois confrontos: garantiu o empate com o Atlético-PR por 2 a 2, já nos acréscimos, e marcou um gol na vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 1, na última rodada antes da paralisação do Campeonato Brasileiro.

Sua fase só tende a trazer benefícios. O setor ofensivo tricolor é o que mais traz opções para Muricy Ramalho, e com a chegada de Alan Kardec a disputa ficará ainda mais acirrada. Osvaldo tem muitos altos e baixos e já teve a atenção chamada pelo técnico, que cobrou regularidade. Pato ainda não se destacou e pode perder seu lugar. Luis Fabiano, por sua vez, é o que, por enquanto, tem seu lugar garantido.