icons.title signature.placeholder Guilherme Abrahão e Sérgio Arêas
09/11/2013
16:21

Enfim, Darío Conca está de volta ao Fluminense. Na noite de sexta-feira, o jogador assinou o pré-contrato com a equipe, que terá duração de três temporadas. No retorno ao Tricolor, o ídolo argentino receberá cerca de R$ 700 mil mensais, divididos em premiações por metas atingidas, luvas e direitos de imagem. A cautela sobre o retorno do apoiador ainda existe no clube e o anúncio oficial deve ser feito até o fim desta semana.

Porém, devido ao fuso-horário entre Brasil e China (11 horas), a diretoria tricolor ainda não conseguiu confirmar a assinatura com o apoiador ou com representantes que estão no país. Porém o LANCE!Net apurou, com pessoas próximas ao apoiador, que o compromisso já foi firmado.

Na última semana, uma rodada de negociações sacramentaram as últimas pendências. Assim, representantes do jogador levaram até a China o pré-contrato, que foi assinado pelo jogador. Neste sábado, Conca sagrou-se campeão da Liga dos Campeões da Ásia, com o Guangzhou Evergrande (CHN) e seguirá no clube para a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, sendo apresentado oficialmente apenas no fim do ano, um pouco antes da reapresentação de todo o elenco, em janeiro.

A expectativa é que Conca desembarque no Brasil dias antes das festas de fim de ano, quando realizará exames médicos e assinará o termo oficial com o Fluminense. Como o vínculo com os chineses expira no dia 31, antes do retorno ao Brasil, o argentino rescindirá. O Guangzhou, inclusive, já deu o aval para o meia e já está redigindo o contrato de rescisão.

O anúncio do retorno de Conca será feito pelo clube antes das eleições presidenciais, que ocorrem no próximo dia 23, quando Peter Siemsen tentará a reeleição, contra o candidato da oposição, o ex-jogador Deley. Mesmo com a possibilidade de um rebaixamento do Tricolor para a Série B do Campeonato Brasileiro, o argentino aceitou os termos e decidiu voltar ao Fluminense.

Além do Tricolor, dois clubes do Oriente Médio e um da Europa, fizeram propostas oficiais pelo jogador, mas ele deu prioridade ao Tricolor, em todo o tempo de negociação. O próprio Guangzhou procurou Conca para discutir uma renovação de contrato, o que não foi aceito pelo argentino. Além disso, outras equipes do Brasil, entre elas o Corinthians, sondaram o meia, mas nenhuma rodada de negociação foi aberta, devido ao desejo de Conca de voltar às Laranjeiras.

Procurada, a diretoria do Fluminense não quis se pronunciar sobre o acerto com o jogador. No Flu, a postura cautelosa de não falar de negociações antes do anúncio oficial é de praxe.