icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
16:49

Raúl González Blanco está eternizado nos 112 anos de Real Madrid. Em 16 temporadas pelo clube, ele conquistou os títulos mais relevantes da carreira. Um deles, inclusive, teve um simbolismo especial para a torcida do Flamengo e um gosto amargo e cruel para os cruz-maltinos. No próximo dia 31 de junho, o atacante pendura as chuteiras, mas deixa boas recordações na Gávea.

Em 1998, o Vasco superou o Flamengo no Carioca, levando o título regional. Depois, foi a vez de conquistar a Copa Libertadores pela primeira vez. Com o caneco do Mundial de Clubes, o Gigante da Colina igualaria a marca do arquirrival. Só que os rubro-negros estavam dispostos a tudo para colocar muita água no chope dos campeões continentais daquele ano.

Às vésperas do duelo mais importante na História do Vasco, os rubro-negros criaram a "Fla-Madrid", justamente para secar o rival no duelo contra o Real Madrid, no Japão. A partida estava 1 a 1, com os cariocas dificultando a vida dos espanhóis. Até aparecer Raúl para desmontar a defesa cruz-maltina e garantir a festa dos secadores.

E MAIS

HOME: Veja as últimas notícias do futebol internacional
Raúl tem data marcada para se aposentar dos gramados

A ligação com o Brasil não parou por aí. Diversos jogadores de nosso país jogaram ao lado do ídolo espanhol pelo Real Madri: Ronaldo, Roberto Carlos, Emerson, Sávio... O último, que curiosamente, teve passagem marcante pelo Flamengo, foi parceiro de ataque da lenda merengue durante cinco temporadas.

Raúl chegou ao time profissional do Real com apenas 17 anos, chamando atenção do técnico argentino Jorge Valdano. Nos anos seguintes, tornou-se ídolo do clube, levando seis Ligas Espanholas, quatro Supercopas da Espanha, três Ligas dos Campeões, uma Supercopa da Europa e dois Mundiais de Clubes.

Consagrado no Santiago Bernabéu, em julho, o atacante trocou de camisa pela primeira vez e foi jogar pelo Schalke 04. Logo na primeira temporada, conseguiu levar o clube alemão à semifinal da Liga dos Campeões da Europa, competição que lidera a lista dos maiores goleadores.

Em 2012, Raúl acertou com o Al-Sadd, do Qatar. A data do final do contrato (31 de junho) será a última do craque como jogador profissional.