icons.title signature.placeholder Kaíque Ferreira
icons.title signature.placeholder Kaíque Ferreira
24/07/2013
10:04

Ao subir as escadarias do estádio do Morumbi, o atacante Diego Forlán pisará em um dos gramados que o seu pai tem saudade e guarda boas lembranças. Contudo, o uruguaio, um dos artilheiros do Brasileirão, terá de jogar contra o time de tantas histórias.

Durante a década de 1970, Pablo Forlán vestiu a camisa do São Paulo. Raça, disposição e habilidade alia à vontade nunca faltaram ao lateral-direito uruguaio, que deixa saudade aos tricolores saudosistas. Todos os momentos vividos pelo ex-jogador fazem ele arrepiar. Mas, nessa quarta-feira, ver o filho contra o ex-time não divide a sua torcida, que é pró-Diego.

- Preciso ser sincero contigo. Quando o meu filho joga, eu quero sempre que o time do meu filho ganhe. Gosto muito do São Paulo, mas o jogo é do meu filho e espero que ele ganhe - disse o ex-atleta, ao LANCE!Net.

Com a camisa do Internacional, o Diego fez cinco gols na competição. Na temporada passada, por conta de uma convocação à seleção uruguaia, não pôde atuar no Morumbi.

Pablo afirma que não perde um jogo do filho, de 34 anos, pela equipe gaúcha e que, nesta quarta-feira, estará assistindo pela televisão. Mesmo vendo o pupilo do lado oposto ao clube em que defendeu, ainda sonha com o dia de ver Diego atuando pelo tricolor.

- Seria bom vê-lo, mas não sou eu que decido.

Forlán comemora um gol contra o Fluminense (Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Agora, mesmo com a má fase da equipe, que não vence um adversário há dez partidas - são oito derrotas e dois empates - e coleciona insucessos no estádio do Morumbi, Pablo reforça o apoio e confia na recuperação imediata.

- O São paulo é um grande time, tem grandes jogadores e, sem dúvida, vai encontrar o seu caminho - completou.

Na 15ª posição do Campeonato Brasileiro, o São Paulo encara o Internacional, o quarto colocado, visando à recuperação.

Ao subir as escadarias do estádio do Morumbi, o atacante Diego Forlán pisará em um dos gramados que o seu pai tem saudade e guarda boas lembranças. Contudo, o uruguaio, um dos artilheiros do Brasileirão, terá de jogar contra o time de tantas histórias.

Durante a década de 1970, Pablo Forlán vestiu a camisa do São Paulo. Raça, disposição e habilidade alia à vontade nunca faltaram ao lateral-direito uruguaio, que deixa saudade aos tricolores saudosistas. Todos os momentos vividos pelo ex-jogador fazem ele arrepiar. Mas, nessa quarta-feira, ver o filho contra o ex-time não divide a sua torcida, que é pró-Diego.

- Preciso ser sincero contigo. Quando o meu filho joga, eu quero sempre que o time do meu filho ganhe. Gosto muito do São Paulo, mas o jogo é do meu filho e espero que ele ganhe - disse o ex-atleta, ao LANCE!Net.

Com a camisa do Internacional, o Diego fez cinco gols na competição. Na temporada passada, por conta de uma convocação à seleção uruguaia, não pôde atuar no Morumbi.

Pablo afirma que não perde um jogo do filho, de 34 anos, pela equipe gaúcha e que, nesta quarta-feira, estará assistindo pela televisão. Mesmo vendo o pupilo do lado oposto ao clube em que defendeu, ainda sonha com o dia de ver Diego atuando pelo tricolor.

- Seria bom vê-lo, mas não sou eu que decido.

Forlán comemora um gol contra o Fluminense (Cleber Mendes/ LANCE!Press)

Agora, mesmo com a má fase da equipe, que não vence um adversário há dez partidas - são oito derrotas e dois empates - e coleciona insucessos no estádio do Morumbi, Pablo reforça o apoio e confia na recuperação imediata.

- O São paulo é um grande time, tem grandes jogadores e, sem dúvida, vai encontrar o seu caminho - completou.

Na 15ª posição do Campeonato Brasileiro, o São Paulo encara o Internacional, o quarto colocado, visando à recuperação.