icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2014
14:00

Normalmente conhecido pela marra e pelas opiniões fortes, além dos golaços, Ibrahimovic deixou-se levar pela emoção nesta segunda-feira. Durante uma cerimônica em Estocolmo, em que venceu pela nona vez a Bola de Ouro de melhor jogador sueco do ano, o craque lembrou de três mortes prematuras em seu discurso, e acabou tendo que conter as lágrimas.

Ibrahimovic lembrou de três pessoas, sendo uma delas o seu irmão. Em comum, todos foram vítimas de câncer. O sueco homenageou ainda Klas Ingensson, ex-jogador e treinador, aos 46 anos, e Pontus Segerstöm, capitão do Brommapojkarna, aos 33 anos.

- Esses prêmios são ofuscados pelo que aconteceu com Klas e Pontus. Eu tive um irmão que morreu há alguns meses por uma doença parecida. Há uma vida fora do futebol que é muito mais importante do que isso. Que eles descansem em paz - disse o craque.

Durante o evento, ainda teve tempo para um momento alegre. A apresentadora do evento tocou uma buzina, como o pai do craque costuma fazer a cada gol, e então ele disse que ainda vive o seu sonho de infância.