icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Marcio Porto
09/07/2014
08:20

Capitão, goleador, referência dentro e fora de campo, mas com pouco poder de decisão. Robin Van Persie, artilheiro da Holanda na Copa do Mundo de 2014 ao lado do companheiro de ataque Robben, com três gols, vai precisar lutar contra o histórico não muito positivo para fazer valer o status de principal esperança ofensiva diante da Argentina, nesta quarta-feira, às 17h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Aos 30 anos, o atacante é o maior artilheiro da história da seleção holandesa, com 46 gols (seis a mais do que o segundo colocado Patrick Kluivert, atual membro da comissão técnica da Laranja). Mas o retrospecto de Van Persie em duelos eliminatórios é desanimador. Em oito jogos (dois na Copa do Mundo de 2014, quatro na Copa do Mundo de 2010, um na Eurocopa de 2008 e outro na Copa do Mundo de 2006), ele nunca balançou a rede.

O desempenho nos gramados da Inglaterra, atuando por Arsenal (2004/2012) e Manchester United (desde 2012), também está longe de ser positivo. O jogador revelado pelo Excelsior, pequeno clube da Holanda, chegou ao futebol inglês em meados de 2004, após se destacar com a camisa do Feyenoord.


Nas últimas 11 temporadas, o camisa 9 da seleção holandesa participou de 59 jogos decisivos (mata-mata) pelos dois times ingleses. A divisão de gols por partida mostra que ele não costuma resolver com frequência: 39 jogos (zero gol), 14 jogos (um gol), cinco jogos (dois gols) e um jogo (três gols).

Com problemas estomacais, Van Persie treinou separadamente nesta terça-feira pela manhã no Pacaembu, em São Paulo. Mas o técnico Louis Van Gaal confia na escalação do capitão para o confronto com Messi e companhia. Um confronto ideal para o craque holandês colocar por água abaixo os números negativos da carreira e, principalmente, garantir a Laranja na final de Copa do Mundo.


SEM PODER DE DECISÃO

Arsenal
Van Persie atuou em 50 jogos em fases decisivas (Liga dos Campeões, FA Cup, Copa da Liga Inglesa e Supercopa da Inglaterra) e marcou 21 gols. Foram 33 partidas em branco.

Manchester United
Em nove partidas decisivas, o atacante holandês marcou seis gols. Dos nove confrontos (Liga dos Campeões e FA Cup), ele passou em branco em seis.

Holanda
Robin Van Persie nunca fez gol em um jogo eliminatório. Foram oito jogos (dois na Copa de 2014, quatro na Copa de 2010, um na Eurocopa de 2008 e um na Copa de 2006).


Van Persie fez um golaço contra a Espanha (Foto: Emmanuel Dunand/ AFP)