icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
28/02/2015
08:04

Um dos destaques da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro do ano passado, com 15 gols, o meia Tomas, de 22 anos, chegou ao Botafogo com status de jogador muito promissor. No entanto, passados quatro jogos como titular, ele ainda não rendeu o esperado. Neste domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, ele terá a grande oportunidade de brilhar e se firmar no Glorioso. Afinal, nada melhor do que uma boa atuação em um clássico para convencer.

O técnico René Simões segue confiante no talento de Tomas. Para o treinador alvinegro, porém, é preciso ter paciência com o atleta, que não participou da pré-temporada com os demais jogadores.

– Ele realmente é um jogador de enorme potencial, mas tem a questão do ajuste. Temos que dar tempo ao tempo.

 Lamentavelmente, você não tem este tempo. Espero que ele vá muito bem nesse jogo – disse o treinador, que usou exemplos do próprio time para apostar no meia.

– Nos três primeiros jogos, o Pimpão não foi tão bem. Depois, ele se ajeitou. Com o Diego Jardel foi a mesma coisa, ele encaixou depois. O Tomas está procurando o espaço dele. Tem potencial, cobra faltas muito bem e também chuta bem – comentou René.

Para contratar Tomas, o Botafogo venceu a concorrência de outros gigantes do Brasil, como Corinthians e São Paulo, e também de um clube dos Emirados Árabes. O técnico René Simões teve papel fundamental na negociação. Ele conversou com os dirigentes do JMalucelli (PR) – dono dos direitos econômicos do jogador – para que eles optassem pelo Alvinegro.

Tomas nunca jogou no Maracanã e vai debutar no estádio logo no clássico contra o Flamengo. Se não se intimidar pelo peso da partida, pode se destacar e convencer a torcida alvinegra de que deve ser titular este ano. Agora é com ele.