icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
21:14

O atacante Guilherme foi o nome da vitória do Atlético-MG contra o Criciúma, na noite deste domingo, ao dar dois passe para gol. Mas o atacante, mesmo sendo reserva, disse que ficou afetado com a derrota diante do Newell's Old Boys e admitiu complicações para entrar em campo totalmente focado no Tigre de Santa Catarina.

- Satisfação ser o melhor jogador em campo. Com a ajuda de todos, o empenho foi de todos, a dedicação foi de todos, vou te confessar que foi complicado esquecer a quarta feira, focar no jogo de hoje. Foram muitas as dificuldades com jogadores que não estão entrosados, com atletas que não vinha jogando, como eu - disse o jogador, que, agora, só pensará na revanche contra os argentinos, na quarta:

- Agora a cabeça é na quarta-feira. Saímos com a vitória e esperamos mais do que nunca que o Independêmmcia esteja lotado na quarta-feira - afirmou o jogador.

O técnico Cuca falou sobre a atuação do seu atleta. Os dois tiveram já uma certa dificuldade de entendimento em relação ao papel de Guilherme no elenco e há conversas em pé para que o camisa 17 possa render o esperado no Galo.

- O Guilherme é um jogador que ele tem na cabeça dele que é segundo atacante e pronto, e no futebol hoje, o jogador não pode ser isso, tem que ser versátil, pela qualidade que tem, não pode ser um segundo atacante, só as vézes, mas pensamos que ele tem que vir de trás, e não ficar de costas. Erra mais do que os outros porque arrisca mais. O passe dele quando sai, vai pegar alguem com condições de gol. Temos conversado isso com ele e ele vem se dedicando - disse o treinador.

Time misto do Atlético-MG vence o Criciúma

O atacante Guilherme foi o nome da vitória do Atlético-MG contra o Criciúma, na noite deste domingo, ao dar dois passe para gol. Mas o atacante, mesmo sendo reserva, disse que ficou afetado com a derrota diante do Newell's Old Boys e admitiu complicações para entrar em campo totalmente focado no Tigre de Santa Catarina.

- Satisfação ser o melhor jogador em campo. Com a ajuda de todos, o empenho foi de todos, a dedicação foi de todos, vou te confessar que foi complicado esquecer a quarta feira, focar no jogo de hoje. Foram muitas as dificuldades com jogadores que não estão entrosados, com atletas que não vinha jogando, como eu - disse o jogador, que, agora, só pensará na revanche contra os argentinos, na quarta:

- Agora a cabeça é na quarta-feira. Saímos com a vitória e esperamos mais do que nunca que o Independêmmcia esteja lotado na quarta-feira - afirmou o jogador.

O técnico Cuca falou sobre a atuação do seu atleta. Os dois tiveram já uma certa dificuldade de entendimento em relação ao papel de Guilherme no elenco e há conversas em pé para que o camisa 17 possa render o esperado no Galo.

- O Guilherme é um jogador que ele tem na cabeça dele que é segundo atacante e pronto, e no futebol hoje, o jogador não pode ser isso, tem que ser versátil, pela qualidade que tem, não pode ser um segundo atacante, só as vézes, mas pensamos que ele tem que vir de trás, e não ficar de costas. Erra mais do que os outros porque arrisca mais. O passe dele quando sai, vai pegar alguem com condições de gol. Temos conversado isso com ele e ele vem se dedicando - disse o treinador.

Time misto do Atlético-MG vence o Criciúma