icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
23/11/2014
15:07

A decisão de um torneio de vôlei no distrito de Yahyakhail, no leste do Afeganistão, terminou em tragédia neste domingo. Um homem-bomba causou a morte de 50 pessoas ao detonar o colete que vestia repleto de explosivos, segundo as autoridades locais. Outras 60 pessoas ficaram feridas.

– O suicida estava em uma motocicleta, ele detonou os explosivos que carregava no meio de uma partida de vôlei. Muitas pessoas, incluindo algumas autoridades provinciais e o chefe da polícia, estavam lá. Cerca de 50 pessoas morreram e 60 ficaram feridas, muitas delas em estado grave – declarou Attaullah Fazli, vice-governador da província de Paktika, à agência AFP.

O ataque deste domingo, que pode ter sido de autoria do Talibã, responsável por comandar o Afeganistão entre 1996 e 2001, aconteceu no mesmo dia em parlamento do país decidiu por maioria de votos (152 a 5) que as forças da Otan permanecerão na região após o fim deste ano.

Em janeiro deste ano, cinco jogadores de vôlei do Afeganistão foram mortos enquanto jogavam. O Talibã negou a autoria das mortes. O vôlei é um dos esportes mais populares do país.