icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/11/2013
17:20

Além de Mano Menezes, Jorginho foi outro treinador a ter vida curta no Flamengo. Contratado em março, ele ficou no clube pouco menos de três meses e não agradou. Porém, foi responsável pela classificação da equipe nas duas peirmeiras rodadas da Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, após a conquista da Copa do Brasil, ele preferiu não falar muito sobre o assunto.

De acordo com o comandante da Macaca, foi uma situação ruim ter deixado o time da Gávea. Ele afirma que os reais motivos da saída dele ainda serão explicados:

- A torcida é parte fundamental dessa conquista. Apoiaram o time contra o Botafogo e uma vitória contra o rival traz uma motivação grande. Lamento de coração ter saído, mas interromperam. Hoje não posso abrir muito o que aconteceu, depois falo sobre isso, mas tenho o privilégio de ter treinado o Flamengo - afirmou o ex-treinador do Rubro-Negro, em entrevista ao Arena SporTV.

Na curta passagem no comando do Flamengo, Jorginho disputou 14 partidas, somando sete vitórias, quatro empates e três derrotas. Quatro destes triunfos foram na Copa do Brasil, diante de Remo (PA) e Campinense (PB).