icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
18:58

Não houve margem para empolgação. O Atlético-PR, único time que ainda pode tirar o quase certo título brasileiro do Cruzeiro, não permitiu celebração da torcida celeste, que lotou o Mineirão para ver a vitória sobre o Grêmio. Com gols de Marcelo, Luiz Alberto e Éderson, a equipe paranaense fez 3 a 0 sobre o São Paulo e adiou a conquista cruzeirense.

Os contra-ataques rápidos, que caracterizaram o Furacão ao longo do ano, foram também decisivos neste domingo no Durival Britto. No primeiro deles, aos 5 minutos, Everton cruzou e Éderson, artilheiro do campeonato, perdeu chance clara. Duas vezes, o Atlético não erraria: aos 12, Éderson se redimiu ao dar boa assistência para Marcelo. Domínio no peito e chute forte, sem chance para Rogério Ceni: 1 a 0.

O São Paulo, que teve poucas chegadas agudas na etapa inicial, sofreria novo golpe naquele que tem sido o seu ponto forte: o jogo aéreo. Outro contra-ataque, aos 26 minutos, e Paulo Miranda pôs a bola para escanteio. Na cobrança, não houve quem parasse Luiz Alberto - que anotou o segundo do Furacão.

A principal chegada são-paulina ocorreria com Maicon. O meio-campista recebeu bom passe de Ademilson e chutou firme para boa defesa de Weverton, isso aos 37 minutos. Sem passes certeiros de Ganso, em jornada pouco inspirada, o Tricolor foi incapaz de ameaçar o rival e proporcionar as já tradicionais "voadoras" de Aloísio. Encaminhava-se o fim de uma série de dez partidas sem derrotas do time de Muricy Ramalho.

A segunda etapa teve muito menos "temperatura" que a primeira. Em decorrência, muito, da eficiência da linha de frente do Furacão. Após receber boa enfiada de bola, aos 12 minutos, Marcelo chutou cruzado. Éderson, artilheiro do campeonato com 17 gols, não perdoou e fechou a conta: 3 a 0.

Ao São Paulo, oitavo colocado com 46 pontos, restará concentrar-se na Copa Sul-Americana, uma vez que a briga pelo G4 ficou um pouco mais complicada. A equipe recebe nesta quarta-feira o Flamengo, no Novelli Júnior, em Itu (SP). Já o Furacão, vice-líder com 58 pontos, tentará frustrar um novo "match-point" do Cruzeiro também na quarta-feira, contra o Criciúma, fora de casa.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 3x0 SÃO PAULO

Estádio: Durival Britto, em Curitiba (PR)
Data/hora: 10/11/2013 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra (COL)
Auxiliares: Marcio E. S. Santiago MG) e Nadine S. Bastos (SC)
Renda/público: R$ 223.960,00/12.754 pagantes
Cartões amarelos: Everton, Éderson e Manoel (ATL); Paulo Miranda (SAO).
Cartões vermelhos: Nenhum.
GOLS: Marcelo, aos 12'/1ºT; Luiz Alberto, aos 26'/1ºT; Éderson, aos 12/2ºT.

ATLÉTICO-PR:  Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Bruno Silva (Deivid, 35/2ºT), João Paulo, Everton e Paulo Baier; Marcelo (Dellatorre, aos 24/2ºT) e Éderson (Ciro, 38/2ºT). Técnico: Vágner Mancini.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Denilson (Osvaldo, no intervalo), Maicon (Wellington, 31/2ºT), Douglas e PH Ganso; Ademilson e Aloísio (Welliton, aos 23/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho.