icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/06/2014
18:53

O dia 26 de junho de 2014 entrou para a história do futebol argelino. Foi nesta quinta-feira que a Argélia se classificou para as oitavas de final de uma Copa do Mundo pela primeira vez. Atuando na Arena da Baixada, as Raposas do Deserto ficaram no 1 a 1 com a Rússia, resultado que garantiu o segundo lugar no Grupo H do Mundial no Brasil. Agora, a missão argelina será eliminar a Alemanha para seguir na Copa.

A Argélia chega às oitavas de final em seu quarto Mundial – 1982, 1986 e 2010 foram os outros. E essa classificação significa muito para o futebol africano, que terá, pela primeira vez em uma Copa, duas seleções nesta fase. A Nigéria, recordista em presenças nas oitavas (1994, 1998 e 2014) havia se classificado na última quarta-feira. A Rússia, próxima sede da Copa e que precisava vencer ou vencer para avançar, ficou pelo caminho.

EFICAZ, RÚSSIA SAI NA FRENTE

Marcação de qualidade, movimentação interessante, velocidade ao atacar e boa presença na frente com Kokorin e Kerzhakov, a novidade para o duelo decisivo. A Rússia entrou em campo diante da Argélia ciente da força adversária, não se intimidou e, contando com as características citadas anteriormente, foi eficaz. O gol logo aos seis minutos veio para comprovar o bom futebol e veio com a falha defensiva da Argélia, pois Kokorin, sem marcação, cabeceou para abrir o placar.

A Argélia demorou para "se achar" em campo, ainda mais após o gol russo. A velocidade de Brahimi, a qualidade técnica de Feghouli e o poder de decisão de Slimani não foram decisivos. O trio tentou, mas esbarrou na boa marcação russa. Akinfeev não teve trabalho. Os comandados de Vahid Halilhodžić até pressionaram a Rússia, mas faltou tranquilidade no último passe e a vitória russa no primeiro tempo foi merecida graças ao bom futebol mostrado, principalmente, por Samedov, o organizador do jogo, Kerzhakov e Kokorin.

EMPATE E VAGA HISTÓRICA PARA A ARGÉLIA

A Argélia voltou para a etapa final ciente de que teria 45 minutos para fazer história ao ser eliminada pela quarta vez em quatro Copas na primeira fase. Em sua última entrevista coletiva, o técnico Vahid Halilhodžić deixou claro: seus comandados teriam de estar preparados psicologicamente para alcançar tal objetivo. Mesmo em desvantagem e precisando de um gol, a Argélia soube buscar os espaços e, assim como havia sido com a Rússia na etapa inicial, conseguiu o seu merecido gol pelo futebol apresentado através da bola parada. Cobrança de falta de Brahimi e Slimani, após se livrar de Kombarov, deixou tudo igual aos 15.

Argélia retraída, buscando os contra-ataques e uma Rússia pressionando, tentando achar os espaços para chegar ao gol que a deixaria com a vaga novamente. Assim foram os 15 minutos finais do jogo em Curitiba. E foi a aguerrida seleção africana que celebrou. Contando coma a falta de pontaria russa, a Argélia conseguiu uma merecida classificação pelo bom futebol apresentado diante da Coreia do Sul e no segundo tempo contra a, agora, eliminada Rússia. Pode celebar, Argélia!

FICHA TÉCNICA
ARGÉLIA 1 X 1 RÚSSIA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data-hora: 26/6/2014 – 17h
Árbitro: Cuneyt Cakir (Fifa-TUR)
Auxiliares: Bahattin Duran (Fifa-TUR) e Tarik Ongun (Fifa-TUR)
Público: Não divulgado.
Cartões amarelos: Mesbah, Ghilas e Cadamuro (no banco) (ALG); Kombarov e Kozlov (RUS)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Kokorin, 6'/1ºT(0-1) e Slimani, 15'/2ºT(1-1)

ARGÉLIA: M'Bouhli, Mandi, Belkalem, Halliche e Mesbah; Bentaleb e Medjani; Brahimi (Yebda, 26'/2ºT), Feghouli, Djabou (Ghilas, 31'/2ºT); Slimani (Soudani, 46'/2ºT) – Técnico: Vahid Halilhodžić.

RÚSSIA: Akinfeev, Kozlov, Berezutski, Ignashevich e Kombarov; Glushakov (Denisov, Intervalo) e Fayzulin; Samedov e Shatov (Dzagoev, 22'/2ºT); Kerzhakov (Kanunnikov, 35'/2ºT) e Kokorin – Técnico: Fábio Capello.