icons.title signature.placeholder Felipe Mendes
29/11/2013
08:09

Por muitas vezes o esporte é caprichoso. Nesta sexta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela sexta rodada do primeiro turno da Superliga Feminina, a cubana Herrera estará entre as 12 jogadoras do Banana Boat/Praia Clube relacionadas para o duelo contra o Vôlei Amil. Quis o destino que, após 11 meses, a ponteira voltará a participar do torneio justamente na Arena Amil, em Campinas (SP), onde sofreu grave lesão no joelho esquerdo.

– Não tenho que temer nada, mas pode ser que, durante o jogo. eu lembre da lesão. Infelizmente foi algo que aconteceu. Eu estava em um bom momento na minha carreira, nunca tinha sofrido nada grave e nem feito cirurgia. Mas o pior já passou – afirmou Herrera.

Quando se lesionou, em dezembro de 2012, a cubana era a maior pontuadora da Superliga e dona do segundo melhor ataque. Seu talento fez falta para a equipe mineira nos playoffs contra o Sesi-SP.

Após a cirurgia, em janeiro, Herrera enfrentou momentos difíceis. Segundo a jogadora, o abalo psicológico foi grande. A recuperação, com muita fisioterapia, foi demorada.

Mas nesse período longe das quadras, Herrera aproveitou para se desligar um pouco do vôlei. Ela voltou para Cuba, onde passou três meses. Em seu país, a ponteira casou e fez uma outra cirurgia, essa por questão estética: colocou silicone nos seios.

No dia 19 deste mês, a cubana finalmente voltou a jogar. Em amistoso contra o Brasília, ela atuou em três sets na vitória por 3 a 2, marcando nove pontos. No dia seguinte, em novo encontro com o rival, participou dos cinco sets no triunfo por 3 a 2. Dessa vez, anotou 17 pontos.

Há exatamente uma semana, disputou a final do Mineiro. Entrou apenas no terceiro set na vitória sobre o Minas por 3 a 0. Ela marcou os três últimos pontos que garantiram o tricampeonato para o Praia Clube.

– Estou me sentindo bem, treinando todos os dias para melhorar. Mas estou voltando devagar – disse a maior pontuadora da Superliga 2011/2012 pelo Usiminas/Minas.


Cronologia:

21 de dezembro de 2012
Pela oitava rodada do primeiro turno, o Praia Clube vence o Vôlei Amil por 3 a 0, mas Herrera rompe o ligamento anterior cruzado do joelho esquerdo.

20 de janeiro de 2013
Herrera passa por cirurgia em uma clínica ortopédica de Uberlândia (MG).

19 e 20 de novembro
Após longa recuperação, Herrera volta a jogar. Ela tem boa atuação nas duas vitórias em amistosos contra o Brasília. No segundo jogo, marcou 17 pontos.

22 de novembro
Herrera participa da conquista do tri do Mineiro na final contra o Minas.


Com a palavra:

Spencer Lee
Técnico do Banana Boat/Praia Clube

É uma jogadora que está sempre entre as maiores pontuadoras da Superliga. Uma grande ponteira, que tem o charme e a agressividade do vôlei cubano.

Mas ainda estou cauteloso. Ela retornou às atividades há três semanas. Está relacionada para o jogo, mas não sei se vai ser titular. Não quero criar pressão.

Brinquei com ela sobre a volta na Superliga no ginásio em que se lesionou. Ela riu. Mas é bom para afastar os fantasmas, ganhar confiança. O melhor momento da Herrera ainda está por vir.