icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/06/2014
09:03


Responsável por garantir o empate mexicano em 0 a 0 com o Brasil na última terça-feira, o goleiro Ochoa já havia sido algoz de equipes brasileiras. Pelo América do México, o arqueiro, atualmente sem clube, fez Vasco, Flamengo e Santos sofrerem em competições continentais.

O primeiro a sofrer foi o time da Colina, em 2007. Na Copa Sul-Americana daquele ano, Ochoa fechou o gol nas quartas de final e eliminou o time carioca.

Ochoa "opera um milagre" após cabeçada de Neymar no Castelão (Foto: Yuri Cortez / AFP)

No ano seguinte, o Flamengo foi a vítima, na histórica virada dos mexicanos, em pleno Maracanã. Depois de perder na partida de ida, em casa, o América fez 3 a 0 no Rubro-Negro e garantiu classificação para as quartas de final da Libertadores. Na fase seguinte, Ochoa mais uma vez foi bem e ajudou a equipe a eliminar o Santos.

Porém, o Peixe daria o troco anos depois. Nas oitavas de final da Libertadores de 2011, comandado por Neymar e Ganso, o time da Vila Belmiro eliminou o goleiro e sua equipe.