icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
29/06/2014
21:32

Herói da classificação da Costa Rica às quartas de final da Copa do Mundo, ao defender um pênalti e fechar a meta diante da Grécia, Keylor Navas já está com o nome entre gravado entre os grandes goleiros deste Mundial. Jogador do modesto Levante, da Espanha, o arqueiro de 27 anos revelou após o jogo quais palavras motivaram seu coração na fase final da partida.

- Quando fui para os pênaltis, nosso preparador de goleiros disse: "Você tem que lutar pelos seus dois filhos, para que eles sempre se lembrem deste dia e tenham orgulho do pai". Sempre tentei ser um bom pai e quero fazê-los felizes. Quando eles crescerem, quero que vejam que o papai fez coisas importantes pelo país - disse Navas.

Escolido como o melhor do jogo, o goleiro foi exaltado pelo técnico costarriquenho, Jorge Luis Pinto.



- Hoje, eu o considero como um dos maiores jogadores do mundo. É um protagonista completo do Mundial, nossos homens têm a confiança nele. É uma pessoa extraordinária em suas qualidades humanas e profissionais - disse o treinador, que admitiu ter jogado pelo empate após expulsão de Duarte, aos 21 minutos do segundo tempo, confiando em Navas:

- Queríamos levar para os pênaltis, pois tínhamos muita fé no goleiro extraordinário que temos. Foi um trunfo enorme para nosso país.