icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
14/11/2013
10:01

"Johny Hendricks tem poder em sua mão esquerda". Essa frase tem sido usada exaustivamente para promover as chances do desafiante ao título dos meio-médios diante do campeão da categoria Georges St Pierre. Por mais que seu poder de nocaute seja evidente, o americano sabe que é um lutador completo e que pode usar outras armas para se tornar o dono do cinturão. Em entrevista ao LANCE!Net, Hendricks comentou o foco em sua mão esquerda e analisou o quanto isso pode lhe ajudar na hora do confronto contra o adversário canadense.

- Gosto quando dizem que eu tenho poder. O que acontece é o seguinte: todo mundo sabe que tenho mais o poder de nocaute. Com isso dito, o cara que pensa só no poder das minhas mãos, ficará supreso na hora da luta. Mesmo com todos só falando do poder da minha mão. Já tenho algo ganho. Isso faz sentido? Posso pensar agora em tudo o que preciso fazer para usar minha mão esquerda. E o que acontece? Você acha que se eu lançar a minha mão esquerda GSP vai ficar olhando o soco indo em sua direção? Agora, isso é apenas um gosto do que pode vir a acontecer. Gosto de todos falando sobre o poder da minha mão esquerda. Quando a hora chegar, vou provar o poder dela. Isso só é algo que me faz mais confiante. Se temos uma confiança grande, conseguimos ver o medo no oponente - declarou Johny, em conversa por telefone.

Ao ser perguntado se o resultado de Chris Weidman diante de Anderson Silva no UFC 162 - onde o americano nocauteou o brasileiro e tomou seu cinturão - o motiva, Johny disse que "sim". A queda de um grande campeão cessa os assuntos de uma superluta. 

- Sim. Me inspiro no que Wiedman fez. O que acontece é que todo mundo ouve falar em superlutas, superlutas, superlutas... Essa é a forma de acabar com esse assunto de superlutas. Chris Weidman bateu Anderson Silva, então essa é uma coisa que eu quero ter certeza de que poderei fazer também - concluiu.

A disputa de cinturão entre Georges Saint Pierre e Johny Hendricks acontece neste sábado, pelo UFC 167, que terá transmissão ao vivo pelo canal Combate a partir das 21h30.

Confira todas as lutas do show
CARD PRINCIPAL
Georges St-Pierre x Johny Hendricks
Rashad Evans x Chael Sonnen
Rory MacDonald x Robbie Lawler
Josh Koscheck x Tyron Woodley
Tim Elliott x Ali Bagautinov
CARD PRELIMINAR
Donald Cerrone x Evan Dunham
Ed Herman x Thales Leites
Brian Ebersole x Rick Story
Erik Perez x Edwin Figueroa
Jason High x Anthony Lapsley
Will Campuzano x Sergio Pettis
Cody Donovan x Gian Villante