icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
10:23

Após ter sido derrotado numa polêmica decisão dos juízes para Georges Saint-Pierre, Johny Hendricks terá uma nova chance de conquistar o cinturão dos meio-médios, mas não em uma revanche contra o canadense. GSP decidiu se afastar no MMA logo depois da vitória sobre o americano e deixou vago o título dos meio-médios, que será disputado no dia 15 de março no UFC 171, entre Hendricks e Robbie Lawler. 

Para Hendricks, uma nova chance pelo cinturão era tudo que ele queria, não se importando com o adversário na disputa. Segundo o americano, ele não pode mais pensar na luta que perdeu para GSP e, em sua opinião, com a saída do canadense, está na hora de outro lutador fazer história nos meio-médios.

- A questão sempre foi sobre o cinturão. O cinturão significa tudo. Então, se eu vencer no próximo sábado, vou alcançar meu objetivo. Não posso pensar no passado, tenho que pensar para frente. Veja nossa divisão. É uma categoria muito parelha, com gente muito talentosa no top 10. Agora que (Georges) saiu, chegou a hora de um de nós deixar sua própria marca - afirmou o atleta, em conferência de imprensa por telefone, de acordo com o site americano "MMA Fighting".

Hendricks chegou a comemorar, mas perdeu para GSP por decisão (FOTO: Divulgação)

Analisando o jogo de seu próximo adversário, Hendricks ainda fez uma comparação entre Saint-Pierre e Robbie Lawler. Mesmo vindo de um confronto contra o maior campeão da história dos meio-médios do UFC, o "Big Rigg" acredita que Lawler é um desafio "mais perigoso".

- Sobre Georges, você sabia que ele ia soltar um jab, um chute alto, outro baixo e tentar uma queda. Essa é a estratégia dele. Mas Robbie, se você cometer um erro, e já vimos isso acontecer várias vezes, ele vai te nocautear. Então, você tem que se manter focado, fazer tudo certinho e ficar firme. Essa é uma luta muito mais perigosa. Mas também, essas lutas são muito mais empolgantes para mim. Você não sabe o que vai acontecer. Tudo que você sabe é que vai entrar no octógono com a esperança de ter sua mão levantada no final - comentou o lutador.

A edição 171 do Ultimate está marcada para o dia 15 de março, em Dallas, nos Estados Unidos. Além do duelo entre Hendricks e Lawler pelo cinturão, o evento traz também outro confronto importante para a categoria dos meio-médios, entre Carlos Condit e Tyron Woodley, na luta co-principal da noite.

Confira abaixo todas as lutas do UFC 171:
CARD PRINCIPAL
Johny Hendricks x Robbie Lawler
Carlos Condit x Tyron Woodley
Diego Sanchez x Myles Jury
Jake Shields x Hector Lombard
Ovince St. Preux x Nikita Krylov
CARD PRELIMINAR
Kelvin Gastelum x Rick Story
Raquel Pennington x Jessica Andrade
Dennis Bermudez x Jimy Hettes
Sean Spencer x Alex Garcia
Renée Forte x Frank Trevino
Will Campuzano x Justin Scoggins
Bubba McDaniel x Sean Strickland
Daniel Pineda x Robert Whiteford