icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
11:26

O Porto saiu da Rússia apenas com um empate contra o Zenit, nesta quarta-feira pela quarta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, mas individualmente, o goleiro Helton pode comemorar nova grande atuação. Depois de ter feito um duelo particular com o seu amigo Hulk há algumas semanas no Dragão, ele levou um gol do ex-jogador do Porto, mas defendeu um pênalti do camisa 7. Agora, o time português fica com quatro pontos, um a menos que os russos. Mesmo assim, o ex-jogador do Vasco está confiante.

- Não era exatamente o que queríamos. Buscamos a vitória, mas não podemos considerar o empate fim de tudo, já que ainda temos chances na competição. O Zenit é uma ótima equipe, com jogadores de alto nível, como o Hulk e o Arshavin, por exemplo. Nosso time se empenhou e lutou bastante pelo resultado - disse Helton.

Pelo menos, o baterista da H1 Music Band comemorou ter vencido a batalha do pênalti contra Hulk.

- Fico triste por não conseguirmos a vitória, mas a sensação de defender um pênalti para o goleiro é a mesma que o atacante tem quando marca um gol - complementou Helton, que ainda enfrenta o Austria Viena e o Atlético de Madrid na fase de grupos:

- Nossa próxima partida na competição será em casa e vamos trabalhar bastante para conseguirmos a vitória. Precisamos muito dos três pontos para continuarmos com chances na competição.