icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
06/11/2014
15:43

Na reserva do Goiás atualmente, o goleiro Harlei, de 42 anos, reiterou o desejo de se aposentar no fim desta temporada. Ídolo do Esmeraldino, o arqueiro disse que não faz questão de nenhuma comemoração ou jogo de despedida para o momento em que ele parar de jogar.

- Estou decidido em parar. Passei muito tempo longe de casa, da minha esposa e dos meus filhos, preciso de um tempo maior com eles. Agradeço muito o Goiás, vou sair pelo mesmo portão que entrei. Mas eu não tenho pretensão de fazer festa de despedida, jogo comemorativo, nada disso. Não planejei nada até porque acho que já não tem mais clima. Estou à disposição para jogar em uma eventual necessidade, quando o time precisar de mim, mas me colocar para fazer festa ou marcar jogos eu não quero. O carinho do torcedor já me completa – disse o goleiro em entrevista à 'Rádio 730'.

Harlei afirmou que entendeu sua saída do time titular e, inclusive, elogiou bastante Renan, atual titular do gol do time goiano. Porém, o goleiro estranhou a maneira como deixou a equipe e alfinetou o técnico Enderson Moreira em sua passagem pelo clube.

- Medir um goleiro que passou 15 anos defendendo o clube por um jogo apenas é que foi o errado. Na ocasião (goleada para o Cruzeiro por 5 a 0), vivíamos uma semana de muita comemoração pelos títulos da Série B e estadual. Uma situação atípica que virou determinante. O meu profissionalismo acabou sendo colocado em xeque e jogado no lixo durante a passagem do Enderson. Ele fez o que achou melhor, não vou julgá-lo por isso – disse Harlei.