icons.title signature.placeholder Maurício Ferro
30/07/2014
16:36

O padrão de jogo implementado por Cristovão Borges não é mais novidade para ninguém. O Fluminense, sob as ordens do treinador, joga um futebol que visa a manutenção da posse de bola, compactação, linha defensiva alta, marcação forte e em pressão. Para colocar em prática essa filosofia de jogo, os atletas fazem, diariamente, atividades específicas para desenvolver a execução desse estilo.

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, o zagueiro Gum foi questionado se atuar em campos menores facilita a missão tricolor de se manter uma equipe compacta. A resposta foi negativa. Para o jogador, o verdadeiro aliado do grupo é o "Padrão Fifa".

- Independentemente de campos maiores ou menores, o que faz a diferença é o gramado. Normalmente esses campos menores não tem o gramado tão bom quanto os maiores. A diferença é a grama. Quando jogamos em gramado bom, fica bom para as duas equipes e até para quem assiste ao jogo. É essa a maior diferença: o gramado que é da Fifa e o gramado que não é da Fifa - afirmou.

Essa não é a primeira vez que um atleta do Flu, recentemente, fala sobre o campo de jogo. É consenso nas Laranjeiras que o gramado influencia na precisão dos passes da equipe e, consequentemente, no êxito em manter a posse de bola, por exemplo. O lateral-direito Bruno, que também concedeu uma coletiva nesta manhã de quarta-feira, reforçou o discurso do companheiro.

LANCE!TV:
> Visita ilustre! Thiago Silva aprimora físico nas Laranjeiras
> Bruno ‘entrega’ escalação de Fred contra o Goiás
> Com luxação no ombro, Sobis treina em separado 

- São vários fatores (que ajudam no resultado favorável ao Fluminense). É o campo, é o jeito de jogarmos que também encaixou (contra o Atlético-PR)... Atlético-PR e Goiás são adversários diferentes, com características diferentes e temos que nos adequar - explicou, já projetando o próximo compromisso no Brasileirão.

Se o "Padrão Fifa" joga a favor do Tricolor, torcida e time podem ficar mais tranquilos. Contra o Esmeraldino, neste domingo, às 18h30, a equipe atua no Maracanã, que foi palco da final da Copa do Mundo. O Flu terá a chance de confirmar o que os atletas disseram a seguir na cola do líder Cruzeiro.