icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
09/02/2015
20:42

O esquiador Guilherme Grahn quebrou o recorde brasileiro do Ski Alpino masculino, no último domingo, em Jaervsoe, Suécia. O atleta estabeleceu a melhor marca nacional da modalidade ao conquistar 39.59 pontos FIS. Com isso, superou o veterano compatriota Jhonatan Longhi.

- É incrível! Estou muito empolgado e é um sentimento muito bom. Sinto-me melhor a cada semana. - declarou o garoto de apenas 17 anos, bastante entusiasmado.

Desde março de 2012, Jhonatan detinha o recorde ao marcar 40.03 pontos. Em Jaervsoe, Guilherme foi o décimo colocado na prova, realizada sob ótimas condições climáticas. Após fazer o 12º melhor tempo na primeira manga do Slalom, recuperou-se na descida final e bateu o recorde.

- Foi um dia em que eu esquiei muito bem. A corrida foi muito legal e o tempo estava ótimo! Havia sol e poucas nuvens, o que ajudou bastante. - contou.

Guilherme agora desponta como o principal esquiador brasileiro nas provas técnicas. Ao lado de Michel Macedo, de 16 anos, os esquiadores da nova geração da modalidade têm somado resultados expressivos em sequência.

Nesta semana, Michel Macedo, na companhia do irmão Tobias e de Maya Harrisson, representam o Brasil no Campeonato Mundial de Ski Alpino em Vail-Beaver Creek, Estados Unidos.

A estreia ocorrerá nesta quinta-feira, com o Slalom Gigante feminino, cuja participação de Maya está confirmada. No dia seguinte, os irmãos Macedo entram em ação na mesma modalidade. As provas de Slalom serão realizadas nos dias 14 (feminino) e 15 (masculino).

O próximo desafio de Guilherme será o Campeonato Mundial Júnior de Ski Alpino, em Hafjell, Noruega, no início de março. E o jovem brasileiro já projeta a sua evolução em busca de grandes resultados.

 - Vou me dedicar aos treinos agora, mas estou pronto para essa disputa. - afirmou o esportista.