icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/11/2014
12:40

A delegação da seleção peruana chegou ao país na manhã deste sábado e, para angústia da torcida do Corinthians, com Paolo Guerrero. Horas depois da derrota para o Paraguai, em Luque, os jogadores e a comissão técnica desembarcaram na capital Lima para o segundo confronto com os paraguaios, marcado para a noite de terça-feira.

Com isso, a chance de o centroavante voltar ao Brasil para enfrentar Bahia (neste domingo, em Salvador) e Goiás (quarta-feira, em Belém) ficaram reduzidas praticamente a zero. Apenas uma mudança inesperada faria com que Guerrero deixasse o país de origem para atuar pelo Timão, que segue em busca da classificação para a Libertadores 2015.

A situação acima é consequência do resultado negativo do Peru no primeiro jogo, que terminou com vitória paraguaia, por 2 a 1, em Luque - Guerrero fez o gol dos peruanos, enquanto o também corintiano Romero marcou para os donos da casa. Se a equipe do camisa 9 do Timão tivesse vencido, o treinador havia prometido liberá-lo para voltar ao Brasil.

O sonho da torcida do Corinthians, agora, fica restrito a algo inesperado. A comissão técnica não vê qualquer chance de Guerrero atuar na terça-feira em Lima, retornar para São Paulo na manhã de quarta-feira, embarcar para Belém (PA) na sequência e chegar a tempo de atuar contra o Goiás.