icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/07/2013
17:50

O técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, fez referência a Tito Vilanova na coletiva após a goleada de sua equipe por 4 a 0 em amistoso contra o Hamburgo. O treinador disse que a decisão de Vilanova em deixar o comando do Barcelona para se tratar de um câncer foi um duro golpe.

- É muito difícil para mim falar de Tito em alemão. É um amigo e gosto muito dele. Lhe desejo o melhor a ele e à sua família. É muito duro para mim - disse Guardiola.

Na última semana, Guardiola se envolveu em uma troca de farpas com o próprio Tito Vilanova. O treinador do Bayern acusou o presidente do Barça, Sandro Rosell, de usar a doença do técnico para atingi-lo. Vilanova respondeu lembrando que em todo o tempo que esteve em Nova York se tratando de seu câncer na glândula parótida, Guardiola só o visitou uma vez.

O técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, fez referência a Tito Vilanova na coletiva após a goleada de sua equipe por 4 a 0 em amistoso contra o Hamburgo. O treinador disse que a decisão de Vilanova em deixar o comando do Barcelona para se tratar de um câncer foi um duro golpe.

- É muito difícil para mim falar de Tito em alemão. É um amigo e gosto muito dele. Lhe desejo o melhor a ele e à sua família. É muito duro para mim - disse Guardiola.

Na última semana, Guardiola se envolveu em uma troca de farpas com o próprio Tito Vilanova. O treinador do Bayern acusou o presidente do Barça, Sandro Rosell, de usar a doença do técnico para atingi-lo. Vilanova respondeu lembrando que em todo o tempo que esteve em Nova York se tratando de seu câncer na glândula parótida, Guardiola só o visitou uma vez.