icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
11:05

O técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, analisou o primeiro encontro contra o Barcelona, seu ex-clube. De acordo com o treinador espanhol, ter como adversário os catalães pela primeira vez na carreira foi muito marcante.

- Foi um dia muito especial. Foi a primeira vez na minha carreira como jogador e treinador que enfrentei o Barcelona. É um time sempre muito difícil de se enfrentar. Tem uma boa equipe para essa temporada e conheço muito dos jogadores que estão lá. Por isso, acredito que conseguimos ter mais posse de bola - declarou.

Guardiola aproveitou a oportunidade também para elogiar Gerardo Martino, que será apresentado oficialmente pelo Barcelona nesta sexta-feira.

- Desejo muita sorte a ele. Se o Barcelona o elegeu como treinador para o presente, acredito que tenha potencial para manter o patamar do clube na próxima temporada - afirmou.

O único assunto que Guardiola preferiu não se alongar muito foi em relação a Tito Vilanova.

- O que ocorreu entre nós apenas nos pertence, a mais ninguém - limitou-se a dizer.

Redação analisa o reencontro de Guardiola com Barcelona

O técnico do Bayern de Munique, Pep Guardiola, analisou o primeiro encontro contra o Barcelona, seu ex-clube. De acordo com o treinador espanhol, ter como adversário os catalães pela primeira vez na carreira foi muito marcante.

- Foi um dia muito especial. Foi a primeira vez na minha carreira como jogador e treinador que enfrentei o Barcelona. É um time sempre muito difícil de se enfrentar. Tem uma boa equipe para essa temporada e conheço muito dos jogadores que estão lá. Por isso, acredito que conseguimos ter mais posse de bola - declarou.

Guardiola aproveitou a oportunidade também para elogiar Gerardo Martino, que será apresentado oficialmente pelo Barcelona nesta sexta-feira.

- Desejo muita sorte a ele. Se o Barcelona o elegeu como treinador para o presente, acredito que tenha potencial para manter o patamar do clube na próxima temporada - afirmou.

O único assunto que Guardiola preferiu não se alongar muito foi em relação a Tito Vilanova.

- O que ocorreu entre nós apenas nos pertence, a mais ninguém - limitou-se a dizer.

Redação analisa o reencontro de Guardiola com Barcelona