icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/12/2013
10:11

O jovem meia Pierre-Emile Höjbjerg, do Bayern de Munique, revelou uma grande ajuda que teve de Pep Guardiola por causa de um problema particular que teve. O pai do jogador que ganhou o prêmio de revelação da Dinamarca neste ano disse que seu pai tinha câncer, e que o técnico catalão até chorou ao seu lado, e que garantiu os melhores tratamentos na Alemanha.

- Cheguei ao treino e não podia parar de chorar, ele ficou sem falar uma palavra e só me perguntou o que acontecia. Disse que podia ficar sem o meu pai, que tenho 18 anos, estou na Alemanha e estou sozinho: O que vou fazer? Ele me disse que tinha que ter as pessoas por perto, mesmo que o trabalho ficasse prejudicado, e começou a chorar também, sem conseguir falar uma palavra, e depois me assegurou que ele e o clube sempre me apoiariam - disse o jovem.

Diante da situação, Pep Guardiola informou ao clube, que foi até a Dinamarca e levou o pai até Munique para seguir o tratamento, aonde está até agora.

- Os médicos alemães me disseram que as possibilidades de que sobreviva são bem realistas - disse Höjbjerg.