icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
08/04/2014
17:41

Assim que a próxima quinta-feira começar, uma greve geral se iniciará na Argentina. E às 22h de quarta-feira, o Botafogo enfrentará o San Lorenzo, no Nuevo Gasómetro, pelo Grupo 2 da Copa Libertadores. Ou seja, o jogo terminará praticamente no mesmo horário que a greve terá início.

A paralisação deve afetar transporte, policiamento, saúde, educação e outras necessidades básicas do dia-a-dia. Até os taxistas podem entrar na greve. O retorno da delegação ao Rio de Janeiro, na quinta-feira, também pode ter problemas e atrasar.Cartazes estão sendo espalhados por toda a cidade de Buenos Aires, informando da decisão tomada pelos sindicalistas.

Por isso, o Botafogo foi notificado por autoridades locais, que pediram aos torcedores que vão ao jogo para que se programem na hora de sair do estádio e para que todos entrem e saiam juntos do estádio do San Lorenzo e peguem transportes alternativos.

E para evitar problemas, a Destino Botafogo - agência de viagens do clube - disponibilizou um ônibus para os alvinegros irem e voltarem do jogo, com escolta policial. O alvinegro que desejar utilizar o transporte do Glorioso deve entrar no site da agência até às 10h de quarta-feira e se cadastrar. Os preços são R$ 140 (sócios) e R$ 160 (não-sócios).

*Atualizada às 19h20