icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
12/03/2014
08:04

Enderson Moreira tem uma dúvida para enfrentar o Newell's Old Boys, na quinta-feira, na Arena. E não é meramente a entrada de um jogador na vaga de outro. São dois conceitos de futebol. Se mantiver Edinho no time do Grêmio, mantém a ideia que vem dando certo na Libertadores, com três volantes, e repete pela terceira vez a escalação. Por outro lado, se optar pelo atacante Dudu, deixa claro a postura ofensiva, de abafar os argentinos, e é mais próximo de suas convicções na carreira.

A formatação básica do time não muda. Durante o treino desta segunda-feira, sem a defesa, a linha de três só teve a mudança de nome de Riveros e Dudu. Mas claramente a segunda opção deixa o time mais ofensivo, com a presença do veloz atacante de 22 anos. No Goiás, seu último trabalho, onde se destacou, o técnico utilizava três jogadores ofensivos na linha anterior a Walter. Os nomes variavam: Hugo, Eduardo Sasha, Roni, Renan Oliveira, Ramon... a lista era extensa.

- Nem nós sabemos o time ainda. Vamos ver se ele passa no treino ou mais em cima da partida. Temos um grande grupo e o importante é que quem entra faz o melhor. Está dando certo - comemorou o centroavante Hernán Barcos.

O contraponto porém é que o Grêmio tem duas vitórias na Libertadores com esta formação. Iria para o terceiro jogo com a mesma escalação na competição continental. Algo que sempre traz vantagens.

- É bom ter a sequência. Você pega na bola e sabe onde o Luan e o Zé já estão posicionados, como o Riveros gosta de chegar na área. A equipe tem crescido a cada jogo, o Enderson tem cobrado muito - comentou o zagueiro Werley.

Os três volantes iniciaram o jogo com o Passo Fundo, no fim de semana. Mas Enderson recorreu ao atacante Dudu no intervalo para mudar o jogo e encaminhar a vitória. O treinador pode testar a formação no Gauchão, no empate em 0 a 0 contra o Cruzeiro, na última semana - Riveros estava com a seleção paraguaia e era desfalque. O Tricolor massacrou, mas pecou na finalização.

A dúvida deve ser dirimida na tarde desta quarta. No entanto, o treinamento gremista na Arena será com portões fechados. O mais provável é que a indefinição na escalação siga até os momentos que antecedem a partida.