icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2013
08:02

O Grêmio vai, finalmente, ter tempo para treinar. Há quase quatro meses o clube gaúcho joga quarta e domingo, sem descanso. Nesta semana que se inicia, o técnico Renato Gaúcho terá tempo para preparar sua equipe que entra em campo contra a Ponte Preta, no próximo domingo, no Moisés Lucarelli. Após a vitória sobre o Flamengo, o treiandor deu dois dias de folga para o seu elenco e inclusive afirmou que está "precisando de férias".

A última "semana livre" que Renato teve para colocar a mão na massa foi entre os jogos com Criciúma, na Arena, e Fluminense, também em casa. Era o início de trabalho do ídolo no comando: entre os dis 20 e 28 de julho. Desde então, seja por jogos do Brasileirão ou Copa do Brasil, o Tricolor teve compromissos durante a semana, a cada três ou quatro dias.

O curioso é que Renato disse que precisa de férias após assumir o Grêmio em julho. O treinador estava desde 2011 sem trabalhar antes de pegar o Tricolor. O comandante trabalha com G3 no Brasileirão, e por isso a necessidade de estar em segundo lugar. A vitória sobre o Flamengo foi sofrida, nos minutos finais.

- Vamos descansar agora, tenho que esfriar a minha cabeça e depois vou ver o que farei contra a Ponte Preta. Estou precisando de férias... férias - disse Renato.

A situação é um reforço por dois aspectos: a possibilidade de ajustar o time, que recentemente teve o esquema modificado, e a chance de descansar o elenco. Os jogadores admitem o desgaste físico na reta final da temporada.

- Agora que teremos tempo, faltando três rodadas. Não é fácil. Não foi nada fácil. E ainda assim estamos há mais de 20 rodadas no G4. Importante para um treinador é fazer pré-temporada e montar o grupo dele. Não tive esse privilégio. Peguei o trabalho em andamento - comentou o técnico gremista.