icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/12/2013
10:31

Dida já foi. Vargas também. Zé Roberto pode ser o próximo. Por conta da contenção de gastos na próxima temporada, o presidente do Grêmio, Fábio Koff, não dá como certa a continuidade do camisa 10, mesmo com a cláusula que renova automaticamente o contrato do jogador pela classificação para a Libertadores. O interesse é em manter o meia. Mas isso passa por uma readequação salarial.

- O Zé Roberto faz parte de uma sensibilidade de reduzir os custos que ele corresponde ao Grêmio. Se aceitar, tudo bem. É nosso interesse em mantê-lo – disse Koff para a Rádio Gaúcha.

Outros jogadores caros ao elenco tricolor são os atacantes Kleber e Barcos, de rendimento abaixo do esperado em 2013 – mas apostas de jogadores que venceram a Libertadores com os gaúchos. A situação da dupla se difere porque ambos tem vínculo vigente com o clube, o que impede uma mudança nos vencimentos.

- Esta situação vale para todos. Eles (Kleber e Barcos) têm contrato em vigor, resta ao Grêmio cumprir com as obrigações assumidas. Tem cumprido as situações de contrato. Do Zé é uma cláusula optativa e tem que ser negociada – completou o mandatário gremista ainda em Luque, no Paraguai, onde acompanhou o sorteio dos grupos da Libertadores.