icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/04/2014
08:09

O Grêmio terminou a primeira fase da Libertadores como a segunda melhor campanha no geral. É a defesa mais sólida da competição. Mas não está entre os times que mais marcaram gols na busca pela América. Ou seja, um contexto que precisará ser modificado neste domingo, já que o Tricolor precisa de pelo menos dois gols no Gre-Nal para se sagrar campeão gaúcho.

Os tricolores foram vazados apenas uma vez na Libertadores, em duelo com o Newell's Old Boys, na Argentina. No restante das cinco partidas, passou sem sofrer gols. Como as duas últimas, contra Nacional, na Arena, e Atlético Nacional, na Colômbia. Ambos jogos vencidos. No ataque, porém, há uma defasagem. Barcos marcou dois gols e o Tricolor contabiliza apenas oito. Outras oito equipes classificadas para a próxima fase da competição ganham neste quesito.

Os jogadores admitem que vivem uma situação diferente na temporada. Até agora, não enfrentaram nenhuma necessidade de reverter o placara. Na Libertadores, não tiveram pressão de precisar vencer para garantir a classificação nas últimas rodadas, por exemplo. E no Gauchão, a superioridade foi grande.

- Não tivemos até agora nenhum jogo com essa necessidade, a primeira situação que temos que buscar esse objetivo, de reverter os dois gols de vantagem deles, é agora. Esse ano passamos a primeira vez, mas temos que encarar com uma partida normal, não se afobar e manter a concentração ao máximo. Fazer os gols um de cada vez e buscar o objetivo - explicou o volante Ramiro.

A campanha na Libertadores, tão celebrada, precisa ser invertida se os gremistas quiserem o título gaúcho. O Grêmio precisa de uma vitória por 2 a 0 neste domingo para romper jejum e voltar a ganhar o título gaúcho, algo que não acontece desde 2010.

O Tricolor fará um treinamento fechado, na tarde deste sábado, no Olímpico. A tendência é que Alán Ruiz siga no time e seja o responsável por criar as jogadas ofensivas, na vaga de Luan, machucado. O