icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2013
08:03

No vestiário da Arena, todas as televisões estarão sintonizadas no duelo entre Botafogo e Coritiba. O Grêmio admite que estará ligado no duelo dos cariocas, que pode garantir o Tricolor em terceiro lugar no Brasileirão, se vencer o Goiás, na Arena, a partir das 19h30 deste domingo. Para Barcos, seria "injustiça" se o clube deixasse o G4 no momento decisivo da competição.

Com 61 pontos, os gaúchos estão empatados em pontos com o Atlético-PR, vice-líder. Está dois pontos acima do Esmeraldino e três de diferença do Botafogo. Se o Fogão não vencer o Coxa, em jogo que acontece às 17h, o Grêmio, vencendo, será o terceiro colocado do Brasileiro.

- A ambição do jogo não vai mudar, queremos a vitória. Sempre ficamos atentos, temos que ficar de olho nos outros times, para ver como jogam e o desempenho. Vejo muito isso, os jogos e os lances. Acompanhamos para saber o que está acontecendo no campeonato. No nosso jogo não muda nada, a ambição é a mesma em casa, vencendo o Goiás temos como encaminhar bem, que é o que estamos querendo - disse o lateral-esquerdo Alex Telles.

Para o centroavante Barcos, não seria justo que o Grêmio, na reta final do Brasileiro, saísse do G4 - ou até mesmo do G3, caso a Ponte Preta vença a Copa Sul-Americana. Na maior parte da competição, o Tricolor esteve no topo da tabela.

- Vai ser como uma final para nós, se não ganhar, complica muito. O Grêmio tem feito um ano muito bom no Brasileiro, são vinte e poucos jogos que estamos no G4, imagina sair agora. Seria muito injusto. O grupo sabe e tem essa responsabildiade. Vamos ganhar de qualquer jeito - destacou o centroavante gremista.