icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/12/2013
14:39

O Grêmio ainda trabalha para deixar o ano de 2013 no passado com as contas quitadas. Poucos dias antes do final do ano, o clube gaúcho ainda se movimenta para buscar maneiras de pagar os vencimentos atrasados para o grupo de jogadores e funcionários. E o elenco é avisado a cada ação, por meio de um contato entre o diretor-executivo Rui Costa e o capitão Barcos.

O Tricolor tem como meta fechar 2013 com todos os atrasos quitados junto ao elenco e demais funcionários - prazo que pode se estender até 8 de janeiro, data da reapresentação. A premiação pelo segundo lugar do Brasileirão foi utilizada para pagar a primeira parte da dívida, que envolve salários e direitos de imagem atrasados.

- A situação do Grêmio é rigorosamente a mesma de todos os grandes clubes do Brasil. Falo diariamente com o presidente Koff para saírmos de férias quando as coisas estiverem equilibradas. Estamos trabalhando, buscando receitas extraordinárias e os jogadores sabem disso. Tenho mantido contato com o capitão e com outros atletas no sentido que eles saibam que estamos trabalhando para buscar o equilíbrio financeiro para que possamos cumprir todos os compromissos que temos. E eles serão cumpridos - garantiu o diretor-executivo Rui Costa.

A outra possível fonte de receita neste final de ano é Alex Telles. O jogador tem venda encaminhada para o Galatasaray, da Turquia. O Grêmio fica com cerca de R$ 9 milhões do valor total.

A situação dos atrasos estourou justamente com uma entrevista do camisa 9 admitindo que o clube devia um mês de direitos de imagem. No dia 5 de dezembro, data da manifestação do argentino, o elenco havia tido uma reunião com a diretoria gremista sobre o assunto. O Tricolor passa por momento financeiro ruim, com déficit que pode chegar a R$ 90 milhões ao final do ano - com uma parrte a ser resgatado com a assinatura do novo contrato com a OAS. Por conta deste problema, alguns jogadores deixaram o clube - casos de Dida e Vargas - e outros ainda podem sair, como Elano e Zé Roberto.