icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
15/11/2013
19:34

O Grêmio e Renato Gaúcho definiram que irão tratar da renovação de contrato do treinador para o próximo ano após o término do Campeonato Braisleiro. A ideia é evitar qualquer desgaste e manter o foco do time nas quatro partidas restantes na competição, para que a vaga na Libertadores do próximo ano não seja colocada em risco. O comandante também afirmou que não deu uma resposta para os números oferecidos pelo clube gaúcho por "falta de tempo" na rotina atribulada.

Foi consenso entre o diretor-executivo de futebol, Rui Costa, o assessor de futebol Marcos Chitolina e o treinador que o mais importante no momento é o foco pela competição continental. A ideia não é deixar que nada atrapalhe, e que "desgastes naturais" não tirem o foco do campo. A diretoria e o empresário de Renato, Gerson Oldenburg, tiveram inúmeros encontros para tratar da situação.

- Nós fizemos um pacto para que a gente tenha todo o foco voltado para estes últimos quatro jogos e na classificação para a Libertadores. Sabemos que uma negociação tem seus desgastes naturais e não queremos que nada atrapalhe o rendimento do time em campo. Foram colocadas situações até de números, tivemos assuntos propostos de parte a parte, e agora cabe ao presidente finalizar as negociações - comentou o diretor Rui Costa.

Em uma entrevista pós-jogo, o técnico gremista havia afirmado que só não havia assinado a renovação porque não quis. O comandante faloiu novamente no assunto e afirmou que não firmou o novo vínculo com os tricolores por conta da falta de tempo na rotina. O clube gaúcho vinha disputando jogos quarta e domingo - rotina que acaba neste fim de semana, após duelo com o Flamengo.

- Falei porque já havia sido procurado pela diretoria, mas não tivemos tempo para finalizar. Por falta de tempo. O primeiro é conseguir a vaga na Libertadores. Vinhamos a três dias tendo decisão no Brasileiro e Copa do Brasil. Será que meu contrato era mais importante que isso? Na minha cabeça não. Quando falei que não assinei porque não quis, foi porque não tivemos tempo para sentar e finalizar. O torcedor tem que escutar a gente aqui do Grêmio, acreditar na gente, não em algumas pessoas, que não querem o bem do Grêmio - destacou o treinador gremista.

A ideia é de renovar com o treinador, que comanda o Grêmio desde julho deste ano, após a saída de Vanderlei Luxemburgo. Renato na entrevista desta sexta, citou que uma das melhores coisas para um treinador é montar o seu grupo e poder estar desde o início do trabalho no clube.