icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
10:23

A Libertadores tem uma cartilha própria. E, em especial em 2013, o Newell's Old Boys parece a ter decorado tudo o que fazer para ter sucesso. Time sensação da competição passada, os argentinos são o adversário do Grêmio nesta quinta-feira, na Arena, às 22h. A experiência e a paciência dos argentinos são pontos ressaltados pelos gremistas.

O time de Rosário tem uma série de jogadores rodados. O zagueiro Heinze, o volante Banega, o meia Maxi Rodríguez e o centroavante Trezeguet são nomes mais famosos. Outros como o goleiro Guzmán e o meia Damián Manso também são conhecidos. O volante Mateo teve sua ausência comemorada nos bastidores do clube gaúcho.

- Ele (Enderson) passa mais sobre o rival na hora do jogo. Não passou ainda. Sabemos que é um time bom, vem jogando com uma qualidade boa. Não ganham há dois jogos, mas tem jogadores de experiência, sabem jogar um torneio como Libertadores. Tem que pensar mais sobre o que faremos, independente do Newell's - relatou o centroavante Hernán Barcos.

O rival gremista vem oscilando nas competições. Perdeu para o Olimpo na última rodada do Clausura. Mas venceu o Vélez na rodada anterior, por 4 a 1. Na Libertadores, perdeu para o Atlético Nacional (COL), em Medellín. E venceu o Nacional, em Montevidéu, por 4 a 0.

- É um time experiente, maduro. Com certeza vão jogar no contra-ataque. Vão ter paciência para atacar, são jogadores que gostam de fazer a diagonal entre volantes e zagueiros. Temos que estar bem posicionados, marcar bem no meio-campo para evitar isso. E deixar que os jogadores de frente resolvam para a gente - destacou o zagueiro Werley.

O treinamento da tarde desta quarta será com portões fechados na Arena. O Tricolor tem uma dúvida, entre Dudu e Edinho. O técnico Enderson Moreira pode repetir a escalação com três volantes ou optar por uma equipe mais ousada, com a presença do atacante.