icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
08:00

A vitória da última rodada, com 1 a 0 sobre o Vasco, serviu para que a fase ruim, de jejum de gols e de resultados positivos, fosse superada. Também, porém, marcou algumas vaias para o técnico Renato Gaúcho, principalmente quando da subsituição do camisa 10 Zé Roberto. O clube gaúcho espera que tudo isto fique para trás e o apoio faça diferença neste domingo, contra o Flamengo, às 19h30, na Arena.

Uma série de entrevistas de Renato pegaram mal junto aos torcedores. Principalmente quando disse que gremista de verdade era o que ia na Geral do Grêmio e que não havia assinado seu contrato porque não quis. A entrevista de sexta-feira caiu como uma luva, quando o treinador mudou um pouco o discurso e afirmou que quer que todos os gremistas da Arena se espelham na torcida que canta atrás de uma das goleiras da Arena. E que o vínculo não foi acertado por "falta de tempo".

- Às vezes o torcedor fala uma besteira, às vezes o Renato fala uma besteira, mas a gente tem que se unir. Quando eu treinava outros times, Vascom Fluminense, era duro vir aqui jogar, é essa força que quero. A Geral puxando e em cada canto da Arena os torcedores cantando junto. A tristeza do torcedor é nossa tristeza. O objetivo do torcedor é o do grupo. Mais do que nunca, uma união grande, entre nós e o torcedor. Sempre houve, mas mais do que nunca agora. O objetivo é buscar o segundo lugar - garantiu o técnico Renato Gaúcho.

As escolhas do comandante trouxeram um pouco de estremecimento na relação. Os gremistas não concordavam com a reserva de Zé Roberto e Elano, e pediram o nome de ambos algumas vezes. Além disso, a presença de Barcos no time causa controvérsia junto às arquibancadas, por conta da escassez de gols do Pirata com a camisa tricolor.

- Tem que incentivar o tempo todo, temos que buscas a vitória, para colocarmos o Grêmio na Libertadores. A campanha é fantastica, temos chance de buscar o segundo colocado. O torcedor apoiando, o jogador se sente mais seguro. No momento que falo da Geral, é que o torcedor tem que apoiar como a Geral. São tão gremistas quanto eu. Falo para o bem do Grêmio e para o bem do torcedor. Quero que eles estejam incentivando o meu grupo o tempo todo para a gente conseguir os três pontos e quem sabe a vice-liderança - finalizou o treinador gremista.

O time deve ser repetido neste sábado, na Arena. A tendência é que Zé Roberto seja mantido no meio-campo, com o 4-4-2 sendo o esquema. O último treinamento, no sábado, foi fechado.