icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/03/2014
23:57

Nos minutos finais, o Grêmio conseguiu o seu objetivo: um empate em solo argentino. E, aos 46 minutos do segundo tempo, arrancou o ponto do Newell's Old Boys. Rhodolfo marcou o gol salvador, em cruzamento de Barcos, e livrou o Tricolor da derrota no Estádio Marcelo Bielsa. Maxi Rodríguez marcou o gol do Newell's, em falha de Marcelo Grohe, que fez defesas milagrosas durante toda a partida.

Com o resultado, o time gaúcho chega aos oito pontos e mantém a liderança do Grupo 6 e a invencibilidade na competição. O time de Rosário fica com cinco pontos e praticamente decide a classificação em duelo direto contra o Atlético Nacional (COL), que tem sete. Se vencer na Colômbia, Grêmio pode garantir a classificação. Se empatar, precisaria sofrer uma goleada de 5 a 0 dos uruguaios para perder a ida às oitavas de final.

Pela Libertadores, o Tricolor joga contra o Atlético Nacional (COL), em Medellín, no dia 2 de abril. Já o Newell's enfrenta o Nacional (URU) no Uruguai, na próxima semana. No Gauchão, o Grêmio joga contra o Juventude, no domingo, na Arena, pelas quartas de final.

LEIA MAIS SOBRE O GRÊMIO:

> Grêmio negocia empréstimo de volante Adriano para o Coritiba
> Grêmio admite sondagens de até cinco marcas e pode ter novo parceiro em 2015


JOGO PARELHO

O clima típico de Libertadores, com torcida empolgante e estádio praticamente lotado esteve novamente presente. A qualidade da partida também foi de jogo grande na maior competição do continente. Tanto Grêmio quanto Newell's trataram bem a bola e não erraram com tanta frequência.

Sem Zé Roberto e com Dudu, o Tricolor jogou de maneira semelhante ao segundo tempo na Arena na semana passada. Postou-se em duas linhas de quatro, com Dudu pela esquerda, Riveros pela direita e Luan solto ao lado de Barcos. E a estratégia deu certo na maior parte do primeiro tempo.

O Newell's só entrou na área gremista em uma oportunidade. Já eram 45 minutos da etapa inicial quando Figueroa recebeu lançamento de Bernardi, girou e bateu rasteiro. Marcelo Grohe voou no cantinho e conseguiu dar o tapa. Antes, o mesmo camisa 16 havia arriscado chute de fora da área e o camisa 1 gremista, em bonita ponte, espalmou de mão trocada aos 16. Grohe ainda não havia sido vazado na Libertadores e tentava de todas as maneiras manter esta escrita.

Estes dois momentos representaram a pressão dos argentinos. Mas o Tricolor não ficou defendendo-se o tempo todo. Levou perigo com Pará, em cobrança de falta aos 31 minutos, que obrigou Guzmán a trabalhar. Dudu, em velocidade, e Luan, com sua qualidade técnica e agilidade, eram os que mais incomodavam a defesa rubro-negra, formada pelos veteranos Heinze e Lopéz.

GROHE FALHA E RHODOLFO SALVA

O segundo tempo começou quente. O Newell's acertou o travessão duas vezes, mas em lances esporádicos. Primeiro, com Ponce chutando de primeira depois de aproveitar erro de Wendell aos 2 minutos. Pouco mais de 10 minutos depois, em cobrança de falta, López voou para desviar de cabeça. Grohe, com a ponta dos dedos, tocou na bola, que pegou no travessão, quicou e ficou com o camisa 1.

Com toda a cautela possível, as equipes foram se abrindo, por mais contraditório que pareça. Os lances de ataque se tornaram mais constantes. A defesa do Grêmio seguiu sólida. O Tricolor chegou com perigo com os volantes Ramiro e Riveros. Ambos, em passes de Luan, pararam em Guzmán, que praticou duas intervenções sensacionais.

A partida se encaminhou para o fim com o 0 a 0, com grande atuação de Grohe. Mas como diz aquele ditado no futebol, não se pode falar de um goleiro antes do apito final. Aos 33 minutos, Cáceres levantou a bola na área, Werley desviou de cabeça, Pará tentou tirar, mas não conseguiu, e a bola se ofereceu para o veterano Maxi Rodríguez, ídolo. E o meia, de perna esquerda, bateu fraco, em cima de Grohe, que não conseguiu defender. O primeiro gol sofrido pelo Grêmio na Libertadores.

A partir daí, o time gaúcho foi atrás de uma pressão. Nos últimos lances, Rhodolfo desviou cruzamento de Barcos, aos 46, e empatou no apagar das luzes. Liderança mantida e classificação praticamente encaminhada.

FICHA TÉCNICA

NEWELL'S OLD BOYS 1 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Marcelo Bielsa, em Rosário (ARG)
Data-hora: 19/03/2014 - 22h
Árbitro: Carlos Vera (EQU)
Auxiliares: Christian Lescano e Byron Romero (EQU)
Cartões amarelos:
Cartões vermelho: -

Gols: Maxi Rodríguez - 33'/2°T (1-0), Rhodolfo - 46'/2°T (1-1)

NEWELL'S: Guzmán; Cáceres, López, Heinze e Casco; Bernardi (Castro - 43'/2°T), Banega (Orzán - 26'/2°T) e Villalba; Maxi Rodríguez, Ponce (Trezeguet - 26'/2°T) e Figueroa - Técnico: Alfredo Berti.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará (Everaldo - 43'/2°T), Werley, Rhodolfo e Wendell; Edinho (Alán Ruiz - 36'/2°T), Ramiro, Riveros, Luan e Dudu; Barcos - Técnico: Enderson Moreira.