icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
08:00

O 0 a 0 na noite desta quarta-feira não só deixou o Grêmio alijado da disputa da Copa do Brasil. Marcou também a sexta partida que o time gaúcho não conseguiu marcar um gol. Marcou o quinto jogo que o Tricolor não consegue vencer. A seca de gols dos gremistas já passa a preocupar o presidente Fábio Koff.

O último gol gremista foi no Gre-Nal, marcado por Vargas, aos sete minutos do segundo tempo. Desde este instante, foram cinco jogos sem marcar. No total, 488 minutos que o time não vai às redes. Se chegar aos 12 minutos do jogo com o Cruzeiro, no domingo, e não fizer gol, chegará aos 500 minutos sem uma comemoração.

- Já se vão aí 480 minutos sem que o Grêmio faça um gol. Esperamos que isso passe, seja uma má fase dos artilheiros, esperamos que passe. O que preocupa é a repetição dos quatro ou cinco jogos. Barcos foi goleador no ano passado, Vargas não há jogo de seleção que não faça gol. Mas não estão acontecendo. Uma hora dessas o Grêmio vai converter os gols e ganhar os jogos - comentou o presidente Fábio Koff.

O técnico Renato Gaúcho também não se aprofundou muito sobre a questão. Justificou a queda com o tradicional "a bola não entrou". E deu a entender que o problema da situação tem sido a qualidade dos finalizadores, já que o time tem criado bastante oportunidades. Barcos, novamente, ficou na frente do goleiro adversário. Com chutes de longa distância, Ramiro, Vargas e Alex Telles assustaram. O volante chegou até a marcar um gol, anulado.

- Já é outro problema... hoje criamos mais de 15 finalizações. Estamos criando. No momento delicado, criamos e infelizmente a bola não entrou. Vamos torcer para que ela possa voltar e que a gente consiga o objetivo agora que é colocar o Grêmio na Libertadores - disse Renato, ao responder se ele já sabia a razão da ausência de gols do time.

O Grêmio terá a quinta-feira de folga para o elenco. O clube gaúcho volta a trabalhar apenas na tarde de sexta-feira, ao iniciar a preparação para o duelo com o Cruzeiro, no domingo, no Campeonato Brasileiro.