icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
03/07/2013
16:02

Por decisão da diretoria, o Grêmio afastou o lateral-esquerdo Fábio Aurélio e o atacante Welliton do grupo de jogadores. A situação foi informada para a imprensa antes do jogo-treino com o São Paulo, de Rio Grande, e não tem relação com a chegada de Renato Gaúcho. O clube gaúcho aguarda interessados para negociar os dois jogadores.

Os dois treinam separados do grupo tricolor, em horários alternativos, no Estádio Olímpico. Ambos seguem o que já havia acontecido com as duas promessas Misael e Gerson, que também esperam uma negociação. A diretoria tentou compor uma rescisão de contrato com o lateral-esquerdo, que tem contrato com o clube gaúchjo até o final do ano, sem sucesso. O atacante está emprestado pelo Spartak Moscou até dezembro.

- Os dois não fazem mais parte do grupo por decisão da diretoria. Tentamos compor a rescisão de contrato com o Fábio, mais não foi possível. Vamos tentar negociações - comentou Rui Costa.

Welliton fez dois gols com a camisa tricolor em 19 jogos. Já o lateral fez cinco jogos apenas com a camisa tricolor desde que chegou, no meio do ano passado. As lesões impediram uma sequência maior do jogador, com currículo vasto na Europa. Era uma aposta de Luxemburgo, que falhou. Nesta terça-feira, o presidente do Fluminense, Peter Siemens, afirmou que o Galatasaray iria buscar um lateral no Tricolor gaúcho. Welliton foi pivô da saída de Luxemburgo, após uma discussão entre o técnico e o assessor de futebol Marcos Chitolina. O futebol árabe tinha interesse em contar com o atacante.

Por decisão da diretoria, o Grêmio afastou o lateral-esquerdo Fábio Aurélio e o atacante Welliton do grupo de jogadores. A situação foi informada para a imprensa antes do jogo-treino com o São Paulo, de Rio Grande, e não tem relação com a chegada de Renato Gaúcho. O clube gaúcho aguarda interessados para negociar os dois jogadores.

Os dois treinam separados do grupo tricolor, em horários alternativos, no Estádio Olímpico. Ambos seguem o que já havia acontecido com as duas promessas Misael e Gerson, que também esperam uma negociação. A diretoria tentou compor uma rescisão de contrato com o lateral-esquerdo, que tem contrato com o clube gaúchjo até o final do ano, sem sucesso. O atacante está emprestado pelo Spartak Moscou até dezembro.

- Os dois não fazem mais parte do grupo por decisão da diretoria. Tentamos compor a rescisão de contrato com o Fábio, mais não foi possível. Vamos tentar negociações - comentou Rui Costa.

Welliton fez dois gols com a camisa tricolor em 19 jogos. Já o lateral fez cinco jogos apenas com a camisa tricolor desde que chegou, no meio do ano passado. As lesões impediram uma sequência maior do jogador, com currículo vasto na Europa. Era uma aposta de Luxemburgo, que falhou. Nesta terça-feira, o presidente do Fluminense, Peter Siemens, afirmou que o Galatasaray iria buscar um lateral no Tricolor gaúcho. Welliton foi pivô da saída de Luxemburgo, após uma discussão entre o técnico e o assessor de futebol Marcos Chitolina. O futebol árabe tinha interesse em contar com o atacante.