icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/03/2014
18:18

O Grêmio precisava vencer o São Paulo em Rio Grande para garantir já neste sábado a sua classificação às quartas de final do Campeonato Gaúcho. A possibilidade existia, mas ficou para a próxima. Atuando no castigado gramado do Aldo Dapuzzo, o Tricolor viu o Leão do Parque ter boa atuação na segunda etapa e foi derrotado por 2 a 1, em duelo válido pela 11ª rodada do Gauchão.

Com o revés, o segundo no Gauchão, o Grêmio segue líder do Grupo B do Estadual com 21 pontos. Já o São Paulo, que teve a estreia do técnico Luis Lombardi, o Toquinho, foi aos 11 e assumiu a quinta posição na chave. O resultado faz o time de Rio Grande ficar fora da zona de rebaixamento do Estadual.

POUCO FUTEBOL NO PRIMEIRO TEMPO

A situação do gramado do Aldo Dapuzzo não colaborou com a prática do futebol. Até mesmo o São Paulo, que deveria estar acostumado, encontrou dificuldade para criar. E a insatisfação do estreante Luis Lombardi foi tanta, que ele sacou Michel logo aos 21 minutos para promover a entrada de Nata. De fato, o camisa 14 melhorou o São Paulo. Só não foi suficiente para tirar o zero do placar.

O Grêmio, como não poderia ser diferente, tentou imprimir seu ritmo, até teve chances de gol, mas elas vieram mais por erros do São Paulo do que por méritos dos comandados de Enderson Moreira. Na melhor delas, Zé Roberto cobrou escanteio e o goleiro Pablo evitou um gol contra no Aldo Dapuzzo. Colocar a bola no chão e usar, por exemplo, a velocidade de Luan não foi possível em grande parte do primeiro tempo.

Nos minutos finais da primeira etapa, o São Paulo até encontrou espaços, chegou a pressionar o Grêmio, mas não teve a tranquilidade necessária para vencer Marcelo Grohe. Finalizaçções? Apenas uma correta e duas erradas. O Tricolor, por sua vez, teve cinco no total e mais posse de bola: 55% contra 45%.

SÃO PAULO MELHOR E PÊNALTI INEXISTENTE

Enderson Moreira resolveu preservar Zé Roberto e Barcos, promovendo as entradas de Dudu e Lucas Coelho. Na teoria, o Grêmio seria um time mais veloz, tendo Dudu e Luan pelas pontas, com Coelho sendo a referência. Isso na teoria. Na prática, o que se viu em campo foi o São Paulo superior. E essa superioridade foi ratificada aos 12 minutos, quando Carlos Alberto completou cruzamento de Nêgo e fez São Paulo 1 a 0.

O Grêmio, refém de uma jogada individual, acabou sendo punido com a marcação de um pênalti inexistente. Wendell derrubou Nata fora da área, mas o árbitro Eleno González Todeschini assinalou a penalidade. Murilo cobrou e proporcionou nova festa no Aldo Dapuzzo. São Paulo, merecedor do resultado, 2 a 0.

Principal esperança de algo diferente para o Grêmio na etapa final, Dudu não deixou de tentar e, quando a vitória do São Paulo caminhava para ser sem sustos nos minutos finais, ele garantiu certa emoção ao aproveitar o rebote da finalização de Riveros, aos 41 minutos. O gol, no entanto, não fez o São Paulo se afobar e o time de Rio Grande confirmou uma importante vitória em sua luta contra o rebaixamento.

PRÓXIMOS JOGOS

O São Paulo volta a entrar em campo nesta quarta-feira, quando visitará o Caxias, no Centenário, às 19h30. Já o Grêmio, um dia antes, será o adversário do Cruzeiro, no Vieirão, a partir das 22h.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO-RS 2 X 1 GRÊMIO

Local: Estádio Aldo Dapuzzo, em Rio Grande (RS)
Data-hora: 1/3/2014 – 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Eleno González Todeschini (RS)
Auxiliares: Alduino Mocelin (RS) e Vilmar Burini (RS)
Renda/Público: Não divulgada/8 mil pagantes.
Cartões amarelos: Correia, Murilo, Cesinha e Balduíno (SPO); Ramiro, Riveros (GRE)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Carlos Alberto, 12'/2ºT(1-0), Murilo, 22'/2ºT(2-0) e Dudu, 41'/2ºT(2-2).

SÃO PAULO-RS: Pablo; Nêgo, Cesinha, Júnior Sergipano e Correia (Wanderley, 39'/2ºT); Guilherme, Balduíno, Murilo e Michel (Nata, 21'/1ºT); Chumbinho (Gilian, 21'/2ºT) e Carlos Alberto – Técnico: Luis Lombardi.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Rhodolfo, Bressan e Wendell; Edinho, Ramiro, Riveros e Zé Roberto (Dudu, Intervalo); Luan (Maxi Rodríguez, 30'/2ºT) e Barcos (Lucas Coelho, Intervalo)– Técnico: Enderson Moreira.