icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/07/2013
19:31

Foi batido o martelo. Torcedores de Grêmio e Internacional poderão assistir ao primeiro Gre-Nal da Arena, no próximo domingo, às 16h. Após reunião no fim da tarde desta quarta-feira, o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Airton Michels, anunciou a decisão há poucos minutos.

Além do secretário Airton Michels, a reunião desta quarta-feira teve as presenças do Comandante Geral do Policiamento da Capital, João Diniz Godoy, e o Subcomandante da Brigada Militar, Silanus Melo, além do presidente gremista Fábio Koff e do mandatário colorado Giovanni Luigi.

- Chegamos a um consenso mediante providências que serão tomadas. Tem que haver a cobrança de danos e vamos construir uma lei para isso. Quero uma relação cordial com os times de futebol - declarou o secretário.

Na operação feita pela Brigada Militar, serão disponibilizados 1,5 mil ingressos para a torcida do Internacional. Por questão de segurança, os torcedores colorados só poderão ir para a Arena em dois pontos de ônibus diferentes: o Estádio Beira-Rio e a Igreja Nossa Senhora dos Navegantes.

O presidente Giovanni Luigi lamentou a cota para a torcida colorada:

- É um número muito pequeno, comparado com o percentual de 10% que deveria ser dedicado a nossa torcida. Mas existe a possibilidade de não fechar essa porta, que seria muito ruim para o futebol gaúcho e nacional.

Cerca de meia hora depois do anúncio da decisão, o site oficial do Inter emitiu uma nota oficial, na qual fez um apelo para sua torcida:

'Torcedor colorado, neste domingo teremos Gre-Nal na Arena. A torcida colorada estará presente e mais uma vez deverá dar um exemplo de como se portar no estádio adversário. Isso é fundamental para que o Clube não sofra punições que possam prejudicar a nossa campanha nas competições da temporada'.

E, em seguida, listou uma série de atitudes passíveis de punição para os clubes no Brasileirão, e suas possíveis sanções.

 

 

Foi batido o martelo. Torcedores de Grêmio e Internacional poderão assistir ao primeiro Gre-Nal da Arena, no próximo domingo, às 16h. Após reunião no fim da tarde desta quarta-feira, o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Airton Michels, anunciou a decisão há poucos minutos.

Além do secretário Airton Michels, a reunião desta quarta-feira teve as presenças do Comandante Geral do Policiamento da Capital, João Diniz Godoy, e o Subcomandante da Brigada Militar, Silanus Melo, além do presidente gremista Fábio Koff e do mandatário colorado Giovanni Luigi.

- Chegamos a um consenso mediante providências que serão tomadas. Tem que haver a cobrança de danos e vamos construir uma lei para isso. Quero uma relação cordial com os times de futebol - declarou o secretário.

Na operação feita pela Brigada Militar, serão disponibilizados 1,5 mil ingressos para a torcida do Internacional. Por questão de segurança, os torcedores colorados só poderão ir para a Arena em dois pontos de ônibus diferentes: o Estádio Beira-Rio e a Igreja Nossa Senhora dos Navegantes.

O presidente Giovanni Luigi lamentou a cota para a torcida colorada:

- É um número muito pequeno, comparado com o percentual de 10% que deveria ser dedicado a nossa torcida. Mas existe a possibilidade de não fechar essa porta, que seria muito ruim para o futebol gaúcho e nacional.

Cerca de meia hora depois do anúncio da decisão, o site oficial do Inter emitiu uma nota oficial, na qual fez um apelo para sua torcida:

'Torcedor colorado, neste domingo teremos Gre-Nal na Arena. A torcida colorada estará presente e mais uma vez deverá dar um exemplo de como se portar no estádio adversário. Isso é fundamental para que o Clube não sofra punições que possam prejudicar a nossa campanha nas competições da temporada'.

E, em seguida, listou uma série de atitudes passíveis de punição para os clubes no Brasileirão, e suas possíveis sanções.