icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
09:22

Na campanha ruim do Fluminense no Campeonato Brasileiro, o goleiro Diego Cavalieri foi um dos poucos que se salvaram. Com contrato até o fim de 2014, o camisa 12 garante que seu foco é exclusivamente no Tricolor e que pretende seguir no clube qualquer seja o resultado da rodada derradeira do Brasileirão. Para Cavalieri, o Flu foi muito importante em um momento complicado de sua carreira.

- Seleção é um objetivo que tenho, mas meu foco é unico e exclusivamente aqui. Tenho que ficar tranquilo. Tenho contrato até 2014 e estou contente e feliz no clube. Quero seguir trabalhando e espero que no fim do ano que vem possa estender mais ainda este vínculo. Foi um clube que abriu as portas para mim em um momento difícil e por isso sou muito grato - explicou.

Sobre se apegar a fé em momentos complicados como este, o goleiro foi bem sincero de disse que o Fluminense não depende disso. Apesar de acreditar em Deus, Diego disse que pede sempre proteção e saúde, mas nunca para ganhar algo. Segundo ele, todos estão fazendo seu trabalho e isso é a única coisa que os jogadores podem tirar.

- Para ser bem sincero é claro que acredito em Deus, recebo todos os dias para pedir proteção e saúde e nunca pedi para ganhar nada. Não dependemos disso. Confio em energias coisas positivas, mas ali dentro é cada um fazendo seu trabalho. Neste momento, a única coisa que pode tirar a gente é nosso trabalho. Uso um crucifixo que ganhei da minha mãe, acredito em Deus, rezo sempre, mas nunca pedi para ganhar nada. Só agredeço por tudo o que ele me deu - resumiu o goleiro.

O Fluminense encara o Bahia neste domingo, às 17h, na Arena Fonte Nova, para definir seu futuro no Campeonato Brasileiro. Para permanecer na primeira divisão, o time precisa vencer e torcer por tropeços de Vasco e Coritiba, que encaram Atlético-PR e São Paulo, respectivamente.