icons.title signature.placeholder LANCEPRESS/RADAR
13/02/2015
20:21

Na tarde da última quinta-feira, o Goytacaz divulgou em seu site oficial, uma reportagem em que o presidente do clube confirma estar encontrando dificuldades para colocar o time na disputa da Série B de 2015. Com estreia marcada para o próximo dia 7 de março, contra o Barra da Tijuca, no Estádio Ary de Oliveira e Souza, os jogadores seguem se preparando, mesmo com salários atrasados.

Sem conseguir segurança de aporte financeiro por parte de apoiadores e patrocinadores, o presidente Márcio Rocha teme pela participação do clube no torneio.

- Estamos empenhados e dedicados, mas infelizmente é a realidade. Não temos segurança financeira para entrar no campeonato e seguir com o propósito de acesso até o final dele se as coisas não mudarem. Estamos buscando alternativas, mas não estamos encontrando portas abertas. Se nos próximos dias não houver uma reversão desse quadro financeiro, ficará inviável a participação do Goytacaz na Série B deste ano - lamenta.

Apesar de conseguir contornar a logística para o funcionamento do dia a dia, com as despesas de fornecimento de água, energia elétrica e restaurante, o clube fechou o segundo mês de atraso com salários de funcionários e o pagamento dos atletas que entraram em atividade no dia 12 de janeiro.

E MAIS:
> Técnico do América, Arturzinho se diz 'satisfeito' com evolução do elenco

Uma solução emergencial para o quadro financeiro seria a venda dos carnês com jogos do clube em seus domínios no primeiro e segundo turno da competição. A adesão por parte dos torcedores não foi a esperada.

- Tínhamos uma grande esperança nas vendas dos carnês, que isso poderia nos dar um impulso inicial para começar o trabalho. Infelizmente o torcedor não comprou a ideia e vendemos aproximadamente cem carnês, o que para nossa numerosa torcida é um número insignificante - afirmou o presidente.

Carnês

As vendas dos carnês continuam na sede do clube em horário comercial ou na Banca do Coliseu, no Centro de Campos. Existe ainda a opção pelo telefone (22) 99757-4379. O vendedor vai até o interessado e o valor de 200 Reais pode ser dividido em duas parcelas no cartão de crédito.

As informações foram obtidas no site "Ururau.com.br".