icons.title signature.placeholder Amélia Sabino e Leo Burlá
07/12/2013
08:42

O Comitê Organizador Local da Copa-2014 recomendou no último mês via Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que o Maracanã seja utilizado apenas quatro vezes por mês até a Copa do Mundo. A sugestão foi rejeitada pelos clubes cariocas, Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e também pelo Complexo Maracanã S.A, administradora. Para o secretário da Casa Civil do governo do Rio, a preocupação da Fifa com o estado do gramado para o ano que vem é legítima.

- A questão é que o Maracanã é muito procurado para jogos, então há uma preocupação relevante da Fifa. Gramado é gramado. Não sou especialista, mas cabe ao concessionário dizer - esquivou-se o secretário da Casa Civil do Rio de Janeiro, Régis Fichtner, sobre a recomendação da entidade máxima do futebol para que o estádio receba somente quatro jogos por mês até a disputa da Copa.

Os técnicos do Maracanã S.A. apresentaram relatório em que argumentam que não haverá prejuízo para o desenvolvimento do campo pelo uso do estádio. O Maior do Mundo receberá sete jogos na Copa do Mundo. O primeiro será no dia 15 de junho e a cereja do bolo é a final da Copa, no dia 13 de julho.