icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/11/2013
09:04

Os governantes da Guiné Equatorial prometem uma quantia de cinco milhões de euros (R$ 15,5 milhões), para ser dividida entre os jogadores, como prêmio caso a seleção do país vença a Espanha, em amistoso que será disputado no próximo sábado em Malabo. Há ainda um extra de 50 mil euros (R$ 155 mil) a cada gol anotado.

A promessa foi feita pelo vice-presidente da república africana, Teodoro Nguema Obiang, que é filho do presidente Teodoro Obiang. Segundo Nguema, a sua intenção é "pôr mais motivação aos rapazes para esse importante jogo".

Não é a primeira vez que Obiang dá dinheiro aos jogadores da seleção de Guiné Equatorial. Em janeiro de 2012, o vice-presidente pagou 700 mil euros aos 23 jogadores da equipe nacional por uma vitória sobre a Líbia. A partida havia sido válida pela Copa Africana de Nações, que foi realizada naquela ocasião na Guiné Equatorial e no Gabão.

A Guiné Equatorial é um país que ocupa a posição de número 136 no ranking mundial de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), entre186 países.