icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/03/2014
11:39

O governador do Amazonas, Omar Aziz, rebateu com uma "metralhadora" a indagação de um jornalista a respeito do legado que a Arena da Amazônia, em Manaus, inaugurada no domingo, terá após a Copa-2014.

- O problema é nosso, nem de vocês. Isso é um problema do povo amazonense. Não é da imprensa do Sul. Deixa isso com a gente. Se nós tivemos competência para construir uma Arena desse porte a um preço muito mais barato que outras arenas, teremos competência para construir um legado - disparou o governador.

Exaltado, Aziz atacou até o Maracanã, mas citou o exemplo errado para criticar o estádio. Ele atrelou o público pífio do jogo entre Flamengo x Bonsucesso - 375 pagantes - ao palco da final da Copa. Só que, na verdade, o jogo aconteceu em Volta Redonda.

- Você acha legado o Maracanã botar 300 pessoas para assistir a um jogo, como foi o último? E nós gastamos muito menos e fizemos algo muito mais bonito - completou Omar Aziz.

A Arena da Amazônia, que custou R$ 669,5 milhões, receberá quatro jogos da primeira fase da Copa, entre eles dois de grande procura por ingressos: Inglaterra x Itália e Portugal x Estados Unidos. Camarotes e serviços de acabamento internos ainda precisam ser terminados. Houve alguns problemas na inauguração, como acesso aos cadeirantes.