icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/03/2014
10:35

Se estivesse vivo, Ayrton Senna completaria nesta sexta-feira 54 anos e o Google, maior site de busca do mundo, aproveitou a data para fazer uma homenagem ao piloto brasileiro. Quem acessar o site encontrará um 'doodle', logotipo personalizado utilizado em acontececimentos e aniversários, para celebrar a memória do tricampeão mudial de F-1.

Nascido em 21 de março de 1960, Ayrton passou por importantes equipes como Lotus, McLaren e Williams. Pela McLaren, viveu sua melhor fase, conquistando o tricampeonato mundial, em 1988, 1990 e 1991. Em 1994, se transferiu para a Williams, onde participou de apenas 3 largadas sendo que a última, em Ímola, custou sua vida.

No dia 1º de maio, Senna chocou sua Williams contra a parede de proteção da curva Tamburello, após uma quebra na coluna de direção e faleceu pouco depois. No mesmo trágico GP, Rubens Barrichello teve uma séria batida, o austríaco Roland Ratzenberger faleceu após perder o controle de seu carro e outros acidentes durante a corrida feriram torcedores e mecânicos, em um dia que poderia não ter começado...

Até hoje, 20 anos após sua morte, Ayrton é reverenciado como um dos melhores pilotos da história e seu legado atravessa o tempo, por meio do Instituto que carrega sua alcunha, as curvas que levam a inicial de seu sobrenome e as lembranças, dos belos domingos pela manhã, quando os torcedores de todo mundo viam a bandeira brasileira tremular no ponto mais alto do pódio.

Senna acostumou os brasileiros e fãs de todo o mundo a verem essa cena, no alto do pódio, após as corridas da Fórmula 1 (Foto: Jorge Araújo/Folha Imagem)