icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2014
19:45

Os dois gols de bola aérea sofridos pelo São Paulo na derrota por 2 a 1 para o Goiás na tarde deste domingo irritaram o técnico Muricy Ramalho. Em entrevista coletiva após o jogo do Serra Dourada, o comandante do Tricolor disse que erros em jogadas pelo alto são imperdoáveis:

- O que não pode é um time do nosso tamanho treinar tantas bolas paradas e tomar gols de bola parada. Tem informação, vídeo... Isso não se perdoa. O time pode fazer gols por dribles e méritos, mas por bolas paradas marcadas, não dá para perdoar.

Além de Kaká, o jogo contra o Goiás marcou a reestreia do zagueiro Rafael Toloi. Porém, a atuação do defensor e a ausência de Antonio Carlos contribuíram para as falhas no jogo aéreo.

- Só pode ser desatenção. Se você não treina não pode cobrar nada, é algo que às vezes passa despercebido. Mas nós sabíamos e tínhamos de marcar essa jogada. Quando acontece, é erro que não dá para perdoar. É falta de concentração. Em uma jogada marcada não dá para tomar gol assim - completou Muricy.

O São Paulo ocupa agora a oitava posição na tabela do Campeonato Brasileiro e volta a campo na quarta-feira para a partida contra o Bragantino, fora de casa, pela terceira fase da Copa do Brasil. No Brasileirão, o próximo jogo será no sábado, às 18h30, para enfrentar o Criciúma, no Morumbi.