icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
20/06/2014
11:29

Um dos principais jogadores do Flamengo na última temporada e, artilheiro do Brasil, com 36 gols, o atacante Hernane não vive uma boa fase em 2014. Isso porque, de 14 jogos disputados neste ano, o centroavante balançou as redes apenas seis vezes. Neste mesmo período, em 2013, somava 16 gols. Além disso, o camisa 9 sofreu duas lesões graves nesta temporada, que o tiraram dos gramados por um longo período. 

Entretanto, não é só de gols que vive um atacante. Principalmente se este for Hernane, que além de fazer gols, o jogador também gosta de bater bola de outra maneira. Pegador de bolinhas, na infância, o camisa 9 busca em outro esporte um momento para relaxar e esquecer dos problemas. 

- Já fui pegador de bolinhas, trabalhei no clube AABB quando garoto, e aprendi a jogar tênis. Via o treinador falando com o aluno e na minha folga eu pegava a raquete e brincava um pouquinho. Aprendi a jogar, não sei jogar bem, mas aprendi. Dá para passar a bolinha e é uma distração que nas folgas. Procuro fazer para esquecer um pouco as coisas - lembrou o atacante. 

No elenco rubro-negro, Hernane já encontrou desafiantes, contudo, o camisa 9 prefere mostrar apenas dentro das quadras quem é mesmo o melhor com as raquetes e as bolinhas. 

- Tem alguns aí, o André Santos falou que sabe jogar, o Igor (Sartori) está falando que vai dar 6-0. Estão falando que jogam muito, mas estou quietinho na minha. Vamos ver na hora que tivermos a oportunidade de jogar uma partida depois - brincou. 

Por outro lado, o jogador ainda segue em recuperação da lesão no tornozelo direito e espera que em pouco tempo já esteja 100% para poder ajudar os companheiros dentro dos gramados. 

- Acho que preciso de mais essa semana, trabalhar bem, trabalhar forte, para estar 100%. Foi uma lesão um pouco séria e tem que ter um certo cuidado para fortalecer bem e não ter uma nova lesão. O trabalho está sendo bem feito e logo logo estarei com o grupo - comentou o jogador.