icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/04/2014
18:27

Mesmo sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid fez por merecer o título da Copa do Rei, sendo melhor do que o Barcelona durante os 90 minutos da grande decisão. Os merengues venceram os catalães por 2 a 1, nesta quarta-feira, no Mestalla. Bale, com um golaço na segunda etapa, foi o grande herói da equipe da capital.

O resultado agrava de vez a crise no Camp Nou. O Barça fica eliminado da Champions, longe do título do Espanhol e derrotado pelo maior rival na Copa do Rei. Já o Real conquista o primeiro caneco de 2013-14.

REAL EM VANTAGEM CEDO. BARÇA PECA EM CRIATIVIDADE

A primeira metade da partida teve o Real Madrid posicionado para jogar nos contra-ataques. Um erro do adversário era a senha da arma fatal dos merengues. Daniel Alves foi desarmado por Isco, que lançou na frente até parar nos pés de Di María. O goleiro Pinto aceitou o chute do argentino, e os blancos ficaram na frente com dez minutos de jogo.

O Barcelona repetiu o mesmo erro das últimas duas derrotas: chegar na entrada área e ter um branco total. Sem criatividade, a equipe passou a jogar bolas na área, sem sucesso, dado à falta de referência ou de um grandalhão para cabecear. Messi e Neymar não se entenderam. Para dificultar ainda mais, Messi esteve sumido. Já Neymar quase perdeu a cabeça em lance com Coentrão.

Tá com medinho? Neymar treme para Pepe

BALE RESOLVE A PARADA

O toque de bola e as penetrações pelo meio realmente não estavam dando resultados. O time catalão também chutava pouco de fora da área. O Real Madrid gostava do jogo e criava as situações mais perigosas da segunda etapa. Foi quando aparece o candidato a herói improvável. O zagueiro Bartra foi para a área, ganhou da defesa rival e, de cabeça, deixou tudo igual.

A final ganhou contornos dramáticos. Um Barça sem inspiração poderia ganhar mais confiança com o empate. Mas o enredo estava reservado para Bale, num lance de videogame. O galês apostou corrida com Busquets e levou a melhor. Na passada seguinte, levou vantagem sobre Bartra, correndo por fora do campo. Sozinho diante de Pinto, não perdeu a chance e recolocou o Real Madrid em vantagem.

No final, Neymar ainda acertou uma bola na trave. Mas o gol não faria justiça a quem foi superado.

Digno de título! Bale deixa adversário para trás e faz golaço

BARCELONA 1 x 2 REAL MADRID

Local: Mestalla, em Valência (ESP)
Data e hora: 16 de abril de 2014, às 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Mateu Lahoz (ESP)
Cartão Amarelo: Isco, Pepe, Xabi Alonso (REA); Neymar, Mascherano (BCN)
Cartão Vermelho:
Gols: Di María, 10'/1ºT (0-1); Bartra, 23'/2ºT (1-1); Bale, 39'/2ºT (1-2)

BARCELONA: Pinto, Daniel Alves, Bartra (Sánchez, 40'/2ºT), Mascherano e Jordi Alba (Adriano, Intervalo), Busquets, Xavi e Iniesta; Neymar, Messi e Fàbregas (Pedro, 14'/2ºT). Técnico: Gerardo Martino

REAL MADRID: Casillas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Coentrão; Xabi Alonso, Isco (Casemiro, 43'/2ºT) e Modric; Di María (Illarramendi, 41'/2ºT), Bale e Benzema (Varane, 46'/2ºT). Técnico: Carlo Ancelotti