icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/11/2014
17:15

O técnico Claudinei Oliveira, do Atlético-PR, completará seu centésimo jogo como profissional neste domingo, contra o Goiás, na Arena da Baixada. Claudinei começou a carreira nas divisões de base do Santos e assumiu a equipe principal em maio de 2013. Depois, passou por Goiás e Paraná Clube para chegar a esta marca centenária.

- É uma satisfação muito grande ter o sonho de dirigir uma equipe profissional, conseguir realizar isso e completar o centésimo jogo em um ano e meio de carreira. É um prêmio pelo o que fiz. Procuro trabalhar com seriedade, honestidade e simplicidade. E as coisas vão acontecendo - destacou Claudinei.

Ao todo, o treinador coleciona 43 vitórias, 27 empates e 29 derrotas. Ele assumiu o Atlético-PR na última rodada do primeiro turno, escapou do risco de rebaixamento e agora ocupa a oitava colocação. Na semana passada, Claudinei Oliveira renovou o contrato para a temporada 2015.

O Santos foi a equipe mais vezes comandada pelo treinador até o momento: 40 partidas. Logo atrás está o Paraná Clube, com 22 jogos. Neste domingo, Claudinei fará sua 19ª partida pelo Atlético Paranaense, mesmo número que tem no comando do Goiás.

- Quero guardar o centésimo jogo na lembrança, com uma grande vitória e uma grande festa na Arena. Espero também completar cem jogos no Atlético Paranaense, seria muito marcante. Com a estrutura que tem aqui e com as ideias que tem sido desenvolvidas, temos tudo para fazer história, junto com os atletas e a direção do clube - acrescentou.

Na Arena da Baixada, Claudinei reencontrará a equipe do Goiás, onde trabalhou no início deste ano. O treinador ficou com o vice-campeonato goiano. A equipe chegou à final de forma invicta, mas perdeu o título com um gol no último minuto.

- Assim como aconteceu no jogo contra o Santos, é a oportunidade de reencontrar amigos e atletas que trabalharam comigo. É interessante e temos o gosto de querer ganhar o jogo. Passei pelo clube, tive minha história, mas agora escrevo a história no Atlético Paranaense - finalizou.